Se na vida política, Curitiba e Brasília duelam atualmente pelos holofotes, no Campeonato Brasileiro de Seleções Juvenil Masculino – Divisão Especial, Paraná e Distrito Federal travaram uma batalha pela última vaga na semifinal, e, quando tudo parecia perdido, os candangos viraram o jogo e voltam a disputar uma semifinal na categoria depois de 10 anos.

Nesta quarta-feira (23.03), na terceira e decisiva rodada do Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS) Juvenil Masculino – Divisão Especial, que está sendo disputado no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), os paulistas confirmaram a primeira colocação da chave ao vencer o jogo contra Santa Catarina por 3 sets a 1 (25/22, 25/23, 21/25 e 25/19). A seleção de São Paulo teve o melhor índice técnico entre as oito equipes do CBS, com nove pontos em três jogos.

A segunda vaga na Chave A ficou com o Rio Grande do Sul, que derrotou a seleção de Goiás por 3 sets a 0 (25/16, 25/16 e 25/11) e chegou aos seis pontos. Os catarinenses terminaram em terceiro lugar com três pontos e os goianos em quarto sem pontuar.

Na Chave B, o Rio de Janeiro levou um susto no início, mas confirmou a primeira colocação ao vencer Minas Gerais por 3 sets a 1 (23/25, 25/23, 25/20 e 25/18), chegando aos oito pontos na chave.

A segunda colocação saiu do confronto entre Paraná e Distrito Federal. Foco do momento político brasileiro, com suas capitais em evidência (Curitiba e Brasília), o jogo entre as duas seleções foi até as últimas instâncias do voleibol, o quinto set. No primeiro, o Distrito Federal venceu por 25/22. O Paraná buscava reação, vencia por 20/19, quando a partida foi paralisada em Saquarema por quase 40 minutos, em razão das fortes chuvas. Quando o jogo voltou, o Paraná manteve o ritmo e fechou em 25/23. No terceiro set o Paraná se encontrou e conseguiu imprimir bom jogo para fechar em 25/21. No quarto set, os paranaense venciam por 19/14, mas permitiram a virada e o Distrito Federal fechou em 25/23, levando a decisão para o quinto set. Com emocional abatido, os paranaense viram o Distrito Federal abrir seis pontos 8/2, desestabilizando ainda mais a seleção do Paraná, que nada pode fazer para reverter a vitória dos candangos por 15/6, conquistando a vaga na semifinal depois de 10 anos. Paraná e Distrito Federal terminaram com cinco pontos, mas os meninos da Capital Federal levam vantagem por terem vencido duas partidas. O Paraná fica em terceiro lugar, e Minas Gerais, sem pontuar, terminou em quarto na chave.

 

 

Nesta quinta-feira (24.03) acontecem os confrontos decisivos, valendo vaga na decisão e também a permanência na elite do voleibol brasileiro. Duas quadras serão montadas em Saquarema para abrigar os jogos no CDV. Uma delas, terá no primeiro jogo, às 13h00 o confronto entre Santa Catarina e Minas Gerais, valendo a permanência na Divisão Especial. O mesmo ocorre às 14h30 entre Paraná e Goiás.

 

 

Na quadra principal acontecem as semifinais. São Paulo e Distrito Federal jogam à partir das 13h00 com transmissão da CBVTV. Na sequência, às 14h30 Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul decidem o outro finalista do CBS.

 

As quatro equipes estiveram apenas uma vez entre os quatro primeiros de um CBS na categoria juvenil masculino. Foi em 2005, com as mesmas semifinais que estão programadas em 2016. Naquela oportunidade, São Paulo venceu o Distrito Federal por 3 sets a 0 e o Rio Grande do Sul venceu o Rio de Janeiro por 3 sets a 1. Na final, no único título do Rio Grande do Sul na categoria, os gaúchos venceram por 3 sets a 1.

 

Os jogos do CBS Juvenil Masculino estão sendo transmitidos ao vivo pela CBVTV através do site da CBV e do CBS, e ficarão disponíveis para visualização no Canal da CBV no YouTube.

 

CHAVES
Chave A: São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás
Chave B: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal e Paraná.

TABELA
PRIMEIRA RODADA (segunda-feira – 21.03)
Jogo 01 – São Paulo 3×0 Goiás, (25/18, 25/11 e 25/13) em 1h19

Jogo 02 – Santa Catarina 1×3 Rio Grande do Sul, (22/25, 25/21, 26/28 e 21/25) em 2h12
Jogo 03 – Rio de Janeiro 3×2 Paraná, (21/25, 25/20, 25/10, 18/25 e 15/7) em 2h13
Jogo 04 – Minas Gerais 1×3 Distrito Federal, (20/25, 20/25, 25/13 e 23/25) em 2h03

SEGUNDA RODADA (terça-feira – 22.03)
Jogo 05 – São Paulo 3×1 Rio Grande do Sul, (22/25, 25/23, 25/18 e 25/17) em 2h05
Jogo 06 – Santa Catarina 3×0 Goiás, (25/18, 25/16 e 25/23) em 1h25
Jogo 07 – Rio de Janeiro 3×0 Distrito Federal, (25/21, 26/24 e 25/21) em 1h37
Jogo 08 – Minas Gerais 0x3 Paraná, (15/25, 23/25 e 22/25) em 1h27

TERCEIRA RODADA (quarta-feira – 23.03)
Jogo 09 – São Paulo 3×1 Santa Catarina, (25/22, 25/23, 21/25 e 25/19) em 2h24
Jogo 10 – Rio Grande do Sul 3×0 Goiás, (25/16, 25/16 e 25/11) em 1h23
Jogo 11 – Rio de Janeiro 3×1 Minas Gerais, (23/25, 25/23, 25/20 e 25/18) em 2h33
Jogo 12 – Distrito Federal 3×2 Paraná, (25/22, 23/25, 21/25, 25/23 e 15/6) em 3h15

QUARTA RODADA (quinta-feira – 24.03)
DISPUTA DE 5º A 8º LUGAR
Jogo 13 – Santa Catarina x Minas Gerais, às 13h00
Jogo 14 – Paraná x Goiás, às 14h30
SEMIFINAIS
Jogo 15 – São Paulo x Distrito Federal, às 13h00 – CBVTV
Jogo 16 – Rio de Janeiro x Rio Grande do Sul, às 14h30 – CBVTV

QUINTA RODADA (sexta-feira – 25.03)
DISPUTA DE 7º LUGAR
Jogo 17 Perdedor do jogo 13 x Perdedor do jogo 14, às 09h00
DISPUTA DE 5º LUGAR
Jogo 18 Vencedor do jogo 13 x Vencedor do jogo 14, às 10h30
DISPUTA DE 3º LUGAR
Jogo 19 Perdedor do jogo 15 x Perdedor do jogo 16, às 09h00 – CBVTV
FINAL
Jogo 20 Vencedor do jogo 15x Vencedor do jogo 16, às 10h30 – CBVTV

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Related Posts

Facebook Comments