ACP contabiliza dívidas

Ontem no Estádio Waldemiro Wagner o grupo que está à frente do Conselho Deliberativo do Atlético Clube Paranavaí convocou a imprensa para uma explanação quanto ao montante que necessita para quitar dívidas com funcionários e atletas. As cifras chegam a  R$ 90.000,00, sem contar as pendências trabalhistas, superiores a R$ 500 mil e se arrastam por vários anos.

Ontem o ex-investidor André Astorga mandou mensagem de voz por rede social solicitando uma  conversa e afirmando que tem agora ao seu lado uma pessoa que fez proposta de passar cheques pré-datados aos funcionários. Integrantes explicaram que, diante da falta de firmeza e clareza, o Conselho rejeitou a proposta e voltou a afirmar o que foi decidido na sexta-feira, 28, prevendo o fim da parceria com André Astorga.

O vice-presidente do Conselho, Francisco Carneiro, voltou a conclamar os torcedores e empresários para uma ajuda financeira urgente visando quitar as pendências, principalmente com os funcionários que estão há meses sem ver “a cor do dinheiro”.

“Faço um pedido de coração, aquele empresário ou torcedor que diz que gosta do time, que apareça agora. Muitos alegavam que com o antigo investidor não ajudaria, agora têm a oportunidade de ajudar o time a sair desta situação crítica em que se encontra”.

O time está disputando a segunda fase do Campeonato Paranaense de Futebol na categoria Sub-19 anos e neste domingo, 6, começa a disputar a Taça FPF, exclusiva para atletas com até 23 anos. O elenco está treinando sob orientação do Chicletão, que também é técnico do Sub-19.

“Vamos correr atrás, com o campeonato em andamento, temos condições de pedir ajuda. Se não disputarmos teremos multa pesada e até possível rebaixamento para a Terceira Divisão. Se
porventura não conseguirmos ajuda, obviamente não deixaremos correr as dívidas como uma bola de neve. Temos promessas de uma possível ajuda através do supervisor Mauricio (colocou R$ 25 mil para quitar despesas do time), e do advogado Wilson Faria”, finalizou o vice-presidente.

Há uma projeção de gastos para disputar a Taça FPF de R$ 48.000,00 no primeiro mês e de R$ 38.000,00 mensais para a sequência.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *