O projeto de reestruturação proposto pela diretoria da ACMF/FECAM/Pedreira Itaipu para a temporada 2016 vem conquistando desde o mais próximo, ao mais distante publico ligado à modalidade em Campo Mourão e região. Simpatizantes ou não, torcedores de arquibancada ou simplesmente de ouvir falar, todos são unanimes no apoio ao futsal mourãoense, que depois de muito sofrimento na Chave Ouro de 2015, reuniu um elenco bastante competitivo para disputa da Chave Prata neste ano.

O momento é tão positivo que um antigo e conhecido atleta, muito querido pelo torcedor, resolveu dar um tempo à aposentadoria anunciada em 2011, para voltar a vestir literalmente a camisa da ACMF e retornar às quadras do Paraná. O pivô Paulo Henrique Zagotto Godoy, o Paulinho Zagotto, considerado o xodó da torcida, também disse sim ao planejamento estratégico da diretoria, e depois de quatro anos vai novamente vestir a camisa 10 do clube, para fazer os seus belos gols e tentar conduzir o time à elite do futsal paranaense.

A PAUSA – Em 2011 Paulinho fez seu último jogo por Campo Mourão na final dos Jogos Abertos do Paraná, em Toledo, quando conquistou o vice-campeonato da competição. A opção por parar naquele momento foi para dar início à carreira de advogado, que exerce atualmente. Agora, disposto a sentir de novo a emoção de competir em alto nível, o pivô, que num passado bem próximo foi disputado por várias equipes do Estado e até de fora do país, mas na época optou pela conclusão da faculdade e a carreira jurídica, pretende completar um ciclo interrompido precocemente.

O RETONO – Com apenas 30 anos, muita lenha para queimar e com disposição de sobra para continuar contribuindo, Paulinho, que defendeu Campo Mourão de 2005 a 2011 e o Foz Futsal em 2007, foi campeão da Liga Sul, da Chave Prata e dos Jogos Abertos, e vice-campeão brasileiro de seleções, prevê um ano de bastante trabalho, mas com enormes possibilidades. “É com uma grande motivação e felicidade que abraço este projeto de reestruturação do futsal de Campo Mourão. Ao conhecer o planejamento percebi que o objetivo não era somente a volta à Chave Ouro, mas também torná-la novamente uma equipe competitiva, que pode brigar por títulos. Por isso, prontamente me coloquei à disposição de ajudar tanto dentro como fora das quadras, porque apesar de ter me afastado por certo tempo, ainda me sentia fazendo parte de tudo. Assim, convoco desde já a torcida de Campo Mourão para apoiar o time que está muito forte, pois ela será fundamental para a sequência do projeto”, conclama Zagotto, que foi vice-presidente da ACMF no mandato anterior e contribui fora de quadra com a diretoria na captação de recursos e montagem da equipe.

O retorno do pivô, na analise da diretoria, confirma a expectativa de sucesso da ACMF/FECAM/Pedreira Itaipu na competição e fortalece um elenco que já era sólido. “Com o Paulinho fechamos um ciclo positivo de contratações. É a cereja do bolo que estava faltando. Com muito trabalho neste início e um planejamento bem estruturado, formamos um elenco que tem tudo para nos dar muitas alegrias neste ano. Temos que agradecer o apoio dos nossos patrocinadores, da Fundação de Esportes (FECAM) que sempre foi nossa parceira, e dos nossos colaboradores. Temos certeza que juntos e com o alicerce fundamental do nosso apaixonado torcedor vamos colher ótimos resultados”, declara o presidente da ACMF, Luciano Antonio Viana Batista.

Related Posts

Facebook Comments