A velocidade volta a tomar conta do Autódromo de Cascavel neste final de semana com a realização das provas do Campeonato Metropolitano de Marcas e Pilotos e da Copa Paraná Sul de Motovelocidade, com corridas no sábado e domingo. Será a primeira competição na pista desde o acidente que vitimou Marcos Mocelin. Cesar Chimin, outro envolvido no acidente, ainda se recupera das inúmeras fraturas.

As provas de sábado serão um complemento da etapa interrompida em fevereiro. Já no domingo, acontecem as provas referentes a segunda etapa.

O acidente da etapa anterior fez com que houvesse um aumento da conscientização de pilotos e dirigentes sobre a necessidade de se ampliar as normas de segurança para as categorias, além de realizar algumas melhorias no autódromo.

Primeiro, uma reunião com preparadores e pilotos decidiu pela melhoria na estrutura metálica dos carros. Barras na parte frontal e um ‘X’ no piso reforçam a área onde fica o piloto, melhorando também as questões de fixação de bancos e cintos de segurança.

Carros ganharam reforço na estrutura

Carros ganharam reforço na estrutura

Outra exigência é com relação a homologação e validade de cintos de segurança, capacete, macacões e bancos, e a obrigatoriedade na utilização do hans, acessório que protege o pescoço.

Na pista, um trabalho de drenagem foi realizado entre as curvas 6 e 7, evitando a formação de um trilho da água que poderia ocasionar acidentes.

No local onde aconteceu o acidentes com Mocelin e Chimin, foi colocada uma barreira de pneus, com aproximadamente 2000 pneus formando três filas. Assim, haverá o amortecimento em caso de uma saída de pista, impedindo que se bata diretamente no barranco.

Barreira de pneus minimiza choque

Barreira de pneus minimiza choque

Na mesma área, foi feita uma modificação do posto de sinalização, que antes ficava no mesmo nível da pista e colocava em risco os sinalizadores.

As mudanças só foram possíveis graças a união de pilotos e diregentes,que contaram com o apoio de empresários para a doação de pneus e que se uniram para pagar a mão de obra de alguns trabalhadores e o combustível utilizado pela máquinas. Além disso, alguns dirigentes se envolveram diretamente nos trabalhos realizados nas últimas duas semanas.

 

Related Posts

Facebook Comments