Campo Mourão volta a vencer fora de cassa

Foram quatro jogos sem sentir o gosto da vitória no NBB CAIXA. Mas nesta quinta-feira, enfim, o Campo Mourão Basquete retomou o rumo positivo na competição. Em pleno Ginásio Gualberto Moreira, o representante paranaense foi superior no segundo tempo e levou a melhor sobre a LSB/Uniso, em duelo bastante acirrado, pelo placar de 68 a 63.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e o apoio do Ministério do Esporte.

Os caras: Para sair de quadra com o excelente triunfo fora de casa, o time mourãoense contou com atuação decisiva do armador norte-americano Greg Brown, cestinha da partida, com 17 pontos, além de cinco rebotes, quatro assistências e cinco roubos de bola. Quem também contribuiu bem para o resultado foi o ala/pivô César, ex-Liga Sorocabana, autor de 12 pontos, sendo nove deles no último quarto, e o armador Hélio, com 11 pontos.

Põe na conta: Ao se reencontrar com as vitórias, o Campo Mourão somou seu segundo triunfo em seis partidas no NBB CAIXA (30% de aproveitamento) e entrou no grupo dos 12 primeiros colocados que irão aos playoffs. Já a Liga Sorocabana tem o mesmo número de vitórias, mas com um jogo a menos, o que os deixa com 40% de aproveitamento e cravado na décima posição.

+Confira a classificação completa da temporada 2017/2018 do NBB CAIXA

Fala aí: “Em um jogo de basquete nós vamos jogar bem em um momento, e em outro eles vão. É normal, é um campeonato equilibrado. Precisamos manter o foco no jogo e não deixar fatores externos, como a torcida adversária, quebrar nosso ritmo. Foi um grande jogo, precisávamos muito dessa vitória. Sabemos que não temos torcida quando jogamos fora de casa, por isso procuramos nos unir e vem dando certo”, disse Greg Brown.

Lutaram: Pelo lado da Liga Sorocabana, que sofreu sua terceira derrota seguida, os destaques ficaram por conta do ala norte-americano Anton Cook, autor de 13 pontos, e dos pivôs Mineiro, com dez pontos e nove rebotes, e Lucão, que saiu do banco para ser o atleta mais eficiente da partida, com sete pontos e 14 rebotes (seis deles ofensivos), números que lhe renderam 17 de valorização.

Fala aí: “Não tínhamos perdido em casa ainda, a torcida vem apoiando a gente bastante. Começamos o jogo muito mal, mas conseguimos melhorar nossa defesa e buscamos uma desvantagem bem grande. Tivemos um bom momento no terceiro quarto, mas não conseguimos segurar. Eles abriram agora no final e isso fez a diferença”, comentou Lucão, da Liga Sorocabana.

Cinco minutos: O Campo Mourão abriu o duelo de maneira avassaladora. Nos cinco primeiros minutos, a equipe visitante acertou quatro bolas de 3 pontos (Jamail, Mathias, Greg Brown e Hélio) e emplacou uma incrível corrida de 18 a 4. Neste curto espaço de tempo, Brown foi responsável por sete pontos e três assistências.

Recuperação: A recuperação da Liga Sorocabana teve início ainda no primeiro quarto, em que acordou a tempo de aliviar o prejuízo. Com forte pegada defensiva, dobras e muita pressão, o time da casa foi crescendo pouco a pouco na partida e usou a pontaria certeira nos tiros de 3 pontos de Crescenzi e Jackson para se reerguer no duelo e baixar a desvantagem para cinco pontos ao final da parcial inicial (24 a 19).

Virada: Empurrado por sua calorosa torcida, que já se encontrava em êxtase com a reação, a equipe do técnico Rinaldo Rodrigues contou com forte presença de seus pivôs Mineiro e Lucão para chegar no placar de vez no segundo período. Os donos da casa chegaram a empatar a partida na metade da parcial (29 a 29), mas viram os mourãoenses segurarem a vantagem até o minuto final. A virada veio somente a 17 segundos do estouro do cronômetro através com bola embaixo de Mineiro, que deixou os sorocabanos à frente no placar pela primeira vez no duelo: 36 a 35.

Vantagem decisiva: Diante de um terceiro quarto bastante acirrado, em que nenhuma das equipes conseguia se firmar na liderança do placar, o Campo Mourão abriu seis pontos de frente com bola de 3 pontos de Greg Brown a três segundos para o final da parcial. Com isso, a equipe do técnico Emerson de Souza criou uma “gordura” extremamente considerável para os dez minutos finais (52 a 46).

Deu Campo: Com a vantagem nas mãos, o representante do Paraná teve o trabalho de segurar as investidas da equipe da casa e administrar a diferença favorável no placar. E conseguiu. Com dez pontos do ala/pivô César, que estava na Liga Sorocabana até antes do NBB CAIXA começar, o Campo Mourão manteve a margem entre quatro e oito pontos até o final, sempre jogando vários “baldes de água fria” nas reações sorocabanas. Assim, o time da Região Sul fechou o duelo com placar de 68 a 63 a seu favor e se reencontrou com a vitória após quatro derrotas seguidas.

E agora: Depois de se reencontrar com a vitória, o Campo Mourão seguirá na estrada e voltará à quadra neste sábado (02/12) para enfrentar o Mogi das Cruzes/Helbor, no Ginásio Hugo Ramos, às 19 horas, com transmissão ao vivo dos canais SporTV. Já na segunda-feira (04/12), a Liga Sorocabana medirá forças com o Banrisul/Caxias do Sul Basquete, no Ginásio Vasco da Gama, na serra gaúcha, também ao vivo no Canal Campeão.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *