Cianorte defende invencibilidade caseira

Cianorte defende invencibilidade caseira

Após um Gre-Nal, antes de outros dois, o Inter precisa mudar o foco. A Copa do Brasil se apresenta nesta quarta-feira (14)
com duelo contra o Cianorte às 19h30 (de Brasília). Em meio ao clássico gaúcho, o adversário promete dificultar ao máximo
a vida do Colorado, já que não perde há mais de dois anos em casa.
São, ao todo, 23 partidas oficiais sem ser superado no estádio Albino Turbay, em Cianorte, no noroeste paranaense. Dois anos e quatro meses de invencibilidade aberta em 30 de agosto de 2015, quando houve a última derrota, por 1 a 0, para o Sub-23 do Paraná pela Copa Paranaense.
Ainda naquele ano foram mais três jogos em casa, dois empates e uma vitória. Em 2016 outros sete jogos oficiais com quatro empates e três vitórias, em 2017, sete jogos novamente com cinco vitórias e dois empates, e neste ano já se passaram seis partidas com quatro vitórias e dois empates. Um total de 13 vitórias e 10 empates, aproveitamento de 71%.
“É foco total na Copa do Brasil. Sabemos que vai ser difícil, um campo difícil de jogar, queremos recuperar todo mundo para este jogo. Depois do jogo daqui eu falei que quando o campo é bom, a estrutura é boa, conseguimos jogar. Quando é fora de casa sentimos um pouco de dificuldade pelo gramado, pela atmosfera que é. Estamos nos preparando para o jogo”, disse o volante Rodrigo Dourado. A estratégia vermelha para driblar o bom retrospecto do Cianorte é concentração. Mantendo-se atento ao jogo, mesmo com a proximidade de dois Gre-Nais, é possível sair vitorioso.
“Concentração, atitude, saber que somos o time grande, o time a ser batido. Temos uma vantagem também, então temos que jogar com inteligência, não se afobar, ter posse de bola. Fazer um gol seria muito bom, e manter a concentração”, atestou o marcador.

FICHA TÉCNICA
CIANORTE X INTERNACIONAL
Data e hora: 14/03/2018 (quarta-feira), às 19h30 (Brasília)
Local: estádio Albino Turbay, em Cianorte (PR)
Transmissão na TV: Sportv
Árbitro: Bruno Arleo de Araújo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone e Gabriel Conti Viana (ambos do RJ)
CIANORTE: João Gabriel; Gerônimo, Montoya, Feliphe Gabriel e Arroyo; Morelli,
Carrilho e Richarlyson; André Luís, Maikino e Neto Costa.
Técnico: Marcelo Caranhato
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Edenílson (Fabiano), Klaus, Cuesta e Iago;
Rodrigo Dourado, Gabriel Dias (Ruan), Nico López, D’Alessandro e Patrick; Roger.
Técnico: Odair Hellmann

 

Related Posts

Facebook Comments