Copagril bate o Guarapuava pela LNF

Foi com vitória o reencontro da Copagril/ Sempre Vida/ Penalty com sua torcida. Neste sábado (22), o time do técnico Paulinho Sananduva derrotou o Guarapuava por 4 a 2, pela 2ª rodada da Liga Nacional, em seu primeiro jogo no ginásio Ney Braga nesta temporada. Com o resultado, a Copagril chega a quatro pontos, na 5ª posição, ao lado de Magnus e Joaçaba. Assoeva e Foz Cataratas, com seis pontos, lideram após duas rodadas.

O jogo

Os minutos iniciais no Ney Braga foram alucinantes. Logo com 30 segundos, Ronaldo travou o chute do goleiro Abner, que substituiu Deivd, poupado, na meta guarapuavana, e quase abriu o placar, mas foi impedido por uma falta dura de Djaelson. Mas o primeiro gol não demorou a sair. Aos 2’41’’, após escanteio cobrado por Parrel, Biel emendou de primeira e Eduardo Jabá desviou para as redes. Aos 3’45’’, os visitantes empataram com Maico, que completou na área a ótima jogada de Pelé pela ala direita. Aos 6’42’’ a Copagril voltou a ficar na frente com um gol inusitado. Na tentativa de lançar Marquinhos com os pés, o goleiro Baranha acabou fazendo um golaço por cobertura, contando com o vacilo de Abner na saída do gol. Pouco depois, aos 7’35’’, Marquinhos desceu pela esquerda e bateu cruzado. Abner deu rebote e Gustavinho, ligado no lance, tocou para fazer o terceiro. O clássico seguiu movimentado, e aos 10’28’’ Guarapuava descontou. Djaelson avançou pelo meio no contra-ataque e chutou mascado. A bola sairia pela linha de fundo, mas Pelé colocou o pé na trajetória e mandou contra a própria meta. Nos minutos finais da primeira etapa os visitantes pressionaram e tiveram várias chances para empatar, mas pararam na grande atuação de Baranha, que chegou a defender com o rosto um tiro-livre cobrado por Pelé. Darici, duas vezes, Eder e Roni também finalizaram com perigo, mas Baranha fez ótimas defesas para salvar a Copagril.

Após o intervalo, os rondonenses precisaram de apenas 20 segundos para fazer o quarto gol. Djaelson fez falta dura em Gustavinho na entrada da área e foi expulso. Na cobrança, Parrel rolou e Gustavinho bateu firme para fazer seu segundo gol na partida. Aos 11’, foi a vez de Pelé deixar a Copagril com um jogador a menos após fazer falta em Cesinha e receber o segundo amarelo. Nos dois minutos seguintes, Baranha, Marquinhos, Deivão e Ian tiveram ótimo desempenho defensivo e impediram que Guarapuava descontasse. Restando cinco minutos para o fim, o técnico Banana lançou Eder como goleiro-linha, mas a defesa rondonense seguiu instransponível. A última chance dos visitantes foi em mais um tiro-livre, a cinco segundos do fim, mas Pelé mandou para fora.

Diz aí

Após a partida, o goleiro Baranha, um dos destaque da Copagril diante do Guarapuava, avaliou a vitória e diz que espera repetir o sucesso que sen entecessor, Deivd, faz com a camisa do time rondonense: “Ganhamos na estreia, ok, são mais de 130 dias sem jogar em casa, mas não estou contente, não apresentamos um bom futsal. Não mostramos o futsal que jogamos contra Sorocaba fora. Talvez pela ansiedade, cometemos muitas faltas, mas estamos de parabéns, não podemos menosprezar a vitória, agora é trabalhar forte para o próximo confronto. Tenho um carinho muito grande por Marechal. Tenho parentes que moram aqui e na região, então estou me sentindo em casa, feliz da vida. Estava um pouco nervoso, ansioso, até durmi mal essa noite pensando nessa estreia em casa. Além disso vim para suprir a saída de um grande goleiro que é o Deivd, então estava um pouso ansioso, mas consegui fazer um bom pepal e acho que o torcedor sai daqui confiando no goleiro que foi contratado. Espero fazer o que o Deivd fez aqui, que foi um brilhante história”, destacou.

 

Fonte: OlhonaBola

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *