Copagril vira e segura o líder

Uma partida digna de equipes que disputam a Liga Nacional aconteceu nesta terça-feira (02), no ginásio Ney Braga, em Marechal Rondon, entre Copagril Futsal e Marreco, pela fase de classificação da Chave Ouro. No fim, vitória por 4 a 3 do time rondonense, que agora ocupa a 4ª posição, com 22 pontos, cinco atrás do próprio Marreco, que tem dois jogos a mais que a Copagril.

O jogo

Foram precisos apenas 20 segundos para o torcedor rondonense perceber que a noite não seria tranquila. Após saída de bola errada de Cristian Alfinete, a bola chegou até Sinoê na entrada da área, e ali o camisa 33 sabe o que fazer como poucos. Com tranquilidade, tocou na saída de Baranha e colocou os visitantes em vantagem. A primeira boa chegada da Copagril aconteceu apenas aos 5’, com Pelé chutando forte para boa defesa de Quinzinho. Aos 10’, Pedro tabelou com Sinoê e quase ampliou, mas Baranha espalmou. Aos 12’, em seu primeiro lance na partida, Caio Barros recebeu de Pedala e obrigou Quinzinho a fazer outra grande defesa. O empate parecia questão de tempo, e acabou saindo em um lance inusitado. Eduardo Jabá cobrou escanteio da direita e Pedro desviou contra a própria meta, enganando o ex-goleiro da Copagril.

A virada não demorou a sair. Aos 16’56’’, Eduardo Jabá recebeu no pivô e encontrou Parrel, que ajeitou para o pé esquerdo e chutou da entrada da área. A bola desviou em Guina e outra vez tirou a chance de Quinzinho fazer a defesa. No minuto seguinte, o Marreco quase empatou, mas o chute cruzado de Fabiano explodiu na trave. Ainda na primeira etapa a Copagril chegou ao terceiro gol. Aos 18’54’’, Baranha repôs a bola rapidamente e lançou Pedala na direita. O camisa 11 fez linda jogada, passou por Emerson e rolou para trás, onde Ian estava bem colocado para bater no alto e explodir o Ney Braga de alegria.

Na volta do intervalo a Copagril voltou disposta a selar a vitória logo nos movimentos iniciais, mas parou na grande atuação de Quinzinho, que fez cinco defesas em pouco mais de três minutos, nas finalizaçõs de Vitor, duas vezes, Marquinhos, Ian e Eduardo Jabá. Sem conseguir marcar, a Copagril acabou recuando e permitiu que o Marreco reagisse, e foi a vez de Baranha aparecer bem nos chutes de Sinoê e Guina. Aos 11’11’’, porém, o camisa 12 não teve o que fazer quando Pedro desceu pela direita e cruzou para Sinoê completar dentro da área e descontar para o Marreco. Antes que a situação pudesse ficar perigosa, os rondonenses marcaram o quarto gol. Aos 15’15’’, Baranha lançou com o pé, Eduardo Jabá escorou de cabeça e Marquinhos emendou de primeira: 4 a 2. Imediatamente o técnico Baiano lançou Sol Sales como goleiro-linha, e o Marreco ainda conseguiu diminuir outra vez e deixar o resultado em aberto nos instantes finais. Aos 18’14’’, Guina cobrou falta para Sol Sales, que ajeitou antes de mandar um chutaço na gaveta, sem chances para Baranha. A reação do líder, contudo, ficou nisso, e a Copagril pôde comemorar mais uma vitória com sua torcida.

Após a partida, o ala Ian, autor do terceiro gol, exaltou o espírito de grupo da Copagril, que jogou desfalcada de três jogadores lesionados, Deivão, Poleto e Gustavinho: “Esse é o nosso jogo. Sabíamos que seria mais um passo difícil, estamos vindo de uma sequência dura de jogos, desgastados, com jogadores fora, mas estamos levando na superação. Quem está em quadra está jogando pelo companheiro lá fora, então aí está o fruto do nosso trabalho, coroado com mais uma vitória”, comemorou.

Sem muito tempo para descanso, a Copagril voltará a jogar na sexta-feira (04), às 20h15, contra o Jaraguá, pela Liga Nacional, mais uma vez no ginásio Ney Braga.

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *