Encostando no G4

Estreia do técnico Lisca na Vila Capanema, casa cheia e jogo decisivo, contra o Santa Cruz, na luta por se manter vivo a disputa pelo G4. O duelo era difícil, mas o Paraná Clube mostrou desenvoltura e muita eficiência ao garantir uma expressiva vitória por 4 a 0 na tarde deste sábado, em duelo válido pela 17ª rodada da Série B. O placar foi construído com gols de Alemão, Minho, Iago Maidana e Renatinho.

Com o resultado, o time paranaense sobe ao nono lugar, com 24 pontos, e encosta no Internacional, 4º colocado com 27 pontos. Já o Santa Cruz cai para a 12ª posição com 23 pontos e vê encerrada uma sequência de cinco jogos sem derrotas.

Na próxima terça-feira, o Paraná joga novamente diante de sua torcida, desta vez contra o CRB, às 19h15. Os pernambucanos entram em campo no mesmo dia, quando encaram o Paysandu na Arena de Pernambuco, às 20h30.

Bom público

Além da boa, cirúrgica atuação do time, outro destaque na Vila Capanema foi a torcida paranista. Com o incentivo da diretoria por meio de várias promoções, ao todo 11,6 mil torcedores marcaram presença no estádio, recorde do clube na atual edição da Série B e segundo maior público no estádio neste ano, atrás apenas do duelo contra o Atlético-PR pelas quartas de final do Campeonato Paranaense.

Semana cheia

Contratado há menos de duas semanas, o técnico Lisca fez sua estreia dentro de casa no comando do Paraná Clube, depois de ter a semana cheia para trabalhar com o elenco. Do outro lado, o experiente Givanildo de Oliveira, contratado no começo de julho pelos pernambucanos e que acumulava uma sequência de cinco jogos sem perder. Apesar do período um pouco mais longo no comando técnico, ele também teve a primeira oportunidade de trabalhar com a equipe durante toda a semana.

Escalações

Para sua segunda partida no comando da equipe, Lisca decidiu repetir a escalação do jogo contra o Luverdense (1 a 1). O único desfalque foi o lateral-direito Júnior em fase de transição de lesão.

Já no Santinha, Givanildo fez três alterações na equipe com relação ao time que havia empatado em casa contra o Boa Esporte (1 a 1): entraram o lateral-direito Alex Travassos e os meias Thiago Primão e Léo Lima nas vagas de Gabriel Vallés, Wellington Cézar e Wiliam Barbio. O meia-atacante Bruno Paulo, que substituiria André Luís, acabou sofrendo uma amigdalite e foi vetado.

Primeiro tempo

Diferente do que o esperado, quem começou a partida no ataque foi o Santa Cruz. Com marcação avançada, o time somou 66% da posse de bola na etapa inicial. Em resposta, o Paraná mantinha a defesa bem fechada e apostava na clarividência de Gabriel Dias e Leandro Vilela para encontrar seu gol, que veio logo na primeira finalização da equipe, aos 19 minutos, com Alemão – segundo tento dele pelo clube. Dois minutos antes, João Pedro, lesionado, havia saído de campo para a entrada de Renatinho.

Eficientes, os donos da casa deslancharam na partida. Embora ainda oferecessem a posse de bola ao adversário, encontravam mais espaços para jogar e se aproveitavam também do evidente nervosismo dos pernambucanos, que aos 28 minutos saíram jogando errado e ofereceram a jogada ao adversário. Leandro Vilela, que já havia criado o lance do primeiro, acionou o habilidoso Minho, que se livrou da marcação e acertou um belo chute no ângulo da meta defendida por Júlio César, ex-Corinthians.

Segundo tempo

Se a situação do Santa já era difícil, ficaria ainda pior. É que o Paraná não deixou o ritmo cair e voltou em cima do desnorteado Santa Cruz, transformando a vitória em goleada logo aos 4 minutos, com o jovem Iago Maidana aproveitando o cruzamento de Renatinho.

Desnorteados, os pernambucanos ficaram com um a menos minutos depois, quando Jaime tentou dar uma voadora em Minho e acabou expulso, e ainda sofreram mais um gol após Bruno Silva colocar a mão na bola dentro da área: pênalti convertido por Renatinho aos 9 minutos.

Substituições

Com os três pontos praticamente garantidos, o time paranaense finalmente reduziu o ritmo e passou a controlar a partida. Lisca, então, sacou Gabriel Dias, que estava sentindo desde o 1º tempo, para a entrada de Jonny. Mais tarde, foi a vez de Alemão ser poupado para a entrada de Nathan. O placar, porém, permaneceu inalterado.

Paraná 0 Santa Cruz

Paraná: Richard; Cristovam, Maidana, Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias (Jonny), Robson, João Pedro (Renatinho) e Minho; Alemão (Nathan). Técnico: Lisca.
Santa Cruz: Julio Cesar; Alex Travassos, Jaime, Bruno Silva e Tiago Costa; Derley, Thiago Primão (Wellington Cezar) e Léo Lima; João Paulo, André Luís (Anderson Salles) e Ricardo Bueno (João Ananias). Técnico: Givanildo de Oliveira.
Gols: Alemão (19-1º), Minho (28-1º), Maidana (4-2º), Renatinho (9-2º)
Cartões amarelos: Derley (S), Cristovam (P)
Cartão vermelho: Jaime (S)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Público: 11.566 pagantes (11.638 total)
Renda: 193.995,00 R$
Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR), sábado (29/07) às 16h30

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *