Estádio em estado de abandono

Estádio em estado de abandono

A grama até pode estar aparada, as laterais e o fundo de campo em vias de manutenção, mas ali abandonada próximo à linha lateral do lado do banco de reservas dos visitantes, uma bola que já perdeu todos os gomos e a bandeirinha de linha de fundo desbotada mostram a realidade do estádio Os Pioneiros em Pato Branco. Um estádio que só não caiu no esquecimento pelas partidas sem grande expressão que são disputadas nele.

A última partida do campo foi em 2017, quando o Pato Branco Futebol Amador mandou seus jogos pela LBF (Liga Beltronense de Futebol). Já o elenco profissional do PBEC (Pato Branco Esporte Clube), em 2016 disputou pela última vez a Terceira Divisão do Campeonato Paranaense. O mesmo campo que em 2009 viu o time do Pato Branco EC disputar a Terceira Divisão e sagrar-se campeão, e que teve os maiores feitos nos anos de 1981 e 1986, quando o venceu nas duas oportunidades a Divisão de Acesso do Paranaense, hoje clama por atenção antes que bola volte a rolar. A primeira partida a ser disputada ‘Nos Pioneiros’ deve ser uma confraternização de imigrantes haitianos que vivem em Pato Branco. A partida, segundo o presidente Gilmar Resende será um amistoso e está previamente marcada para 17 de fevereiro, um sábado. Já em termos de jogo oficial, deve ser neste mesmo gramado que o Pato Branco EC Sub-17 deve mandar seus jogos. Além da categoria de base, a perspectiva é de que o Pato volte a ter uma equipe profissional, a tempo de disputar a Terceira Divisão do Estadual, promovido Federação Paranaense.

Reforma
Com previsão de início dos jogos do Sub-17 em março, o que preocupa os torcedores, é a estrutura do estádio Os Pioneiros que, está bem longe de estar em ótimas condições. No segundo semestre de 2015, uma situação parecida ocasionou o cancelamento do jogo de estreia do Pato na Terceira Divisão contra a Portuguesa Londrinense.

Na época, o Corpo de Bombeiros de Pato Branco ao realizar uma vistoria no estádio encontrou inúmeras irregularidades, dentre elas problemas nas arquibancadas, iluminação, corrimões e outros detalhes considerados importantes. Ao ser questionado este ano sobre a situação em que se encontra Os Pioneiros, o secretário de Esporte e Lazer de Pato Branco, Paulo Stefani, afirmou que, “o estádio não é da prefeitura.”

Ainda segundo o secretário, o município no momento não tem planos de realizar melhorias na estrutura. Segundo Stefani, “como o estádio não é um bem público por ter sido doado sob cláusula que determina que enquanto Pato Branco Esporte Clube estiver em atividade, o local é de uso exclusivo do time”.

O secretário completou dizendo que enquanto a situação não mudar a prefeitura não terá a intensão de reformar o estádio. Stefani também menciona que num eventual interesse de uso da estrutura para fins variados, é necessário pedir autorização à diretoria do Pato Branco. “Eu não posso chegar lá e usar”, diz o secretário. No entanto, o secretário não descarta a possibilidade de apoio ao time, mesmo que restrito a algumas poucas possibilidades, como a de transportes.

Segundo ele, é necessário que o Pato Branco EC apresente um planejamento, apontando as competições que serão disputadas. “Ai a prefeitura com certeza vai apoiar.” Em contrapartida, o presidente do Pato, Gilmar Resende, disse que o estádio pertence ao município. Ele afirmou também que o clube deverá deixar a estrutura em boas condições para as próximas disputas, caso o município não execute. “O proprietário do estádio é o município. Então se o município quer ou não quer fazer melhorias, é um bem público, mas o Pato vai deixar em condições para poder disputar.” Resende não divulgou o valor estimado para as melhorias, porém, em 2015, quando o estádio foi reprovado na vistoria dos Bombeiros o investimento anunciado foi de R$ 11 mil. Se levado em consideração os aportes feitos desde 2013 — gasto foi de R$ 37 mil —, somente em reformas as despesas já superam R$ 50 mil.

Fonte: Diário do Sudoeste

Related Posts

Facebook Comments