Começa neste final de semana a oitava edição do Campeonato Paranaense de Futebol Americano. Com novidades na fórmula de disputa e novas equipes participantes, o torneio terá a partida inaugural neste sábado (5), em Londrina, com o confronto entre o estreante Londrina Bristlebacks, e os curitibanos do Guardian Saints. Domingo (06) é a vez do heptacampeão estadual Coritiba Crocodilesentrar em campo em Curitiba, enfrentando o Norte Paraná, time com sede em Cambé. A partida está marcada para o campo do Clube Imperial, no Mossunguê, tradicional reduto dos crocodilos, as 14 horas.

O presidente da Federação Paranaense de Futebol Americano (FPFA), Nilo Tavares, se disse animado com as novidades e com o nível que o torneio de 2016 deve apresentar. “A cada ano o nível aumenta, os jogadores estão melhores, se preparam mais. Por todas as novidades, acredito que teremos um ótimo campeonato”, sentenciou.

A fórmula de disputa foi modificada em relação aos últimos torneios. As oito equipes participantes estão divididas em dois grupos, denominadas Divisões Iguaçu e Tibagi, batizadas em homenagem aos dois maiores rios que cortam o estado. Por sorteio, que teve como cabeças de chave o Crocodiles e o Paraná HP, atuais campeão e vice, ficou definido que o Coritiba terá a companhia do Foz do Iguaçu Black Sharks, do Guardian Saints e do Maringá Pyros integrando a Iguaçu, enquanto o HP ficará com Brown Spiders, Londrina Bristlebacks e Norte Paraná na Tibagi.

Segundo o presidente da FPFA, a ideia da nova fórmula é dar mais dinamismo ao torneio, que terá menos jogos que as últimas edições, e também enxugar custos. “Vamos tentar economizar para fazer um Paraná Bowl ainda melhor”, afirmou, sobre a partida que marca a decisão do título estadual.

Na primeira fase do torneio, cada equipe fará quatro jogos, três contra os adversários de sua própria divisão e um contra um adversário sorteado da outra chave. A rodada inicial da competição foi dividida em quatro datas e acontece nos próximos dois finais de semana, dos dias 5 e 6, e dos dias 12 e 13, em que jogam HP e Pyros, no sábado (12), em Campo Largo, e Black Sharks e Brown Spiders, em Foz do Iguaçu, no domingo (13).

futam1

As três melhores equipes de cada grupo se qualificam para a segunda fase, porém o campeão de cada chave não terá o confronto de quartas de final. As equipes qualificadas em segundo e terceiros lugares de suas chaves jogam entre si para definir quem avança à semifinal enquanto os campeões folgam, algo que na liga profissional americana (NFL) é conhecido como rodada de Wild Card.

A disputa da fase de mata-mata se dá com cruzamento olímpico, em que o vice-campeão de um grupo recebe o terceiro colocado do outro para definir a classificação e, posteriormente, os vencedores da primeira rodada eliminatória visitam os dois campeões das chaves para definir os participantes da grande final.

Paraná Bowl

O Paraná Bowl está previsto para acontecer em 5 de junho e a direção da Federação Paranaense de Futebol Americano espera conseguir trazer novamente a decisão para Curitiba. Após três anos realizando o evento no Campo do Clube Fanático, em Campo Largo, casa do HP, a ideia é que o jogo seja em um estádio da capital.

Segundo Tavares, em 2015 a FPFA chegou a firmar um acordo com o Paraná para realizar a final na Vila Olímpica, no Boqueirão, porém o local acabou vetado para receber público pois não tinha os laudos de vistoria do Corpo de Bombeiros e seriam necessárias obras para adequar a praça paranista. Com o imbróglio jurídico por que passa o estádio, que chegou a ir a leilão, a federação agora busca um novo local para realizar o jogo final do Estadual. “Com todas as mudanças que aconteceram, ainda não conseguimos nos concentrar nisso. Agora é que vamos começar a pensar e correr atrás de um lugar para fazer a final. Ainda não temos uma previsão de onde possa ser”, concluiu.

Fonte: Gazeta do Povo

Related Posts

Facebook Comments