Frango salva o Coxa de derrota na estreia

Frango salva o Coxa de derrota na estreia

A temporada de 2018 para a torcida do Coritiba começou da mesma forma que já havia acabado 2017: com decepção. Na estreia pelo Campeonato Paranaense na tarde deste domingo (21/01), o time do Alto da Glória não passou de um empate em 1 a 1 dentro de casa contra o Prudentópolis. Fernando Gomes abriu o placar para os visitantes no primeiro tempo, enquanto Guilherme Parede garantiu a igualdade em um verdadeiro frango de Adílson.

Com o resultado, o time da Capital fica na 2ª colocação do Grupo 1, enquanto o do interior aparece na 5ª colocação do Grupo 2.

Na próxima rodada, na quinta-feira às 20 horas, o Coxa volta a jogar em casa, desta vez contra o Rio Branco de Paranaguá. Já o Prude visita o Cascavel um dia antes, também às 20 horas, em jogo marcado para acontecer no Estádio Olímpico Regional.

Um novo (e rejuvenescido) Coritiba

A estreia do Coxa no Estadual marcou também o início de uma nova era dentro do clube. Fora de campo, diretoria nova, encabeçada pelo jovem presidente Samir Namur. Dentro dele, um grupo repleto de novidades. Do time-base no Brasileirão de 2017, só o goleiro Wilson, o zagueiro Werley e o atacante Kleber seguem entre os 11, ao passo que os pratas da casa começam a ganhar espaço, casos do zagueiro Thalisson Kelven e dos meias Ruy, Yan Sasse e Guilherme Parede.

Na beira do gramado, um técnico jovem (Sandro Forner), que resolveu apostar no esquema tático 4-1-4-1, o mesmo adotado pelo técnico Tite no Corinthians 2015 (campeão brasileiro) e na seleção brasileira desde 2016. 

Primeiro tempo

Apesar de tantas novidades, o que se viu no primeiro tempo foi o Coxa repetindo erros de 2017, principalmente na criação de jogadas. Aproveitando-se do fato de ter tido mais tempo de preparação, o Prudentópolis então se impôs física e taticamente, contra-atacando com velocidade e tendo no experiente Safira, de 34 anos, o seu maestro.

A primeira chance do gol veio aos 13 minutos, em chute de fora da área de Ruy, aos 13 minutos. Seis minutos depois, a primeira chegada do Prude com Cícero. Aos 22, o primeiro gol, com Fernando Gomes aproveitando o erro de William Matheus.

O prejuízo só não foi maior porque aos 24 minutos o goleiro Wilson salvou o chute a queima roupa de Mateus Oliveira.

Segundo tempo

Se a postura apática do Coritiba foi o que acabou marcando a etapa inicial no Alto da Glória, por outro lado o termo ‘frenético’ poderia ilustrar os 45 minutos finais.

Com pressão alta e muita movimentação no campo de ataque, os donos da casa levaram perigo logo aos 12 segundos de jogo, em chute de fopra da área de Kléber. Cerca de um minuto depois, o empate em chute de Guilherme Parede e falha feia do goleiro Adílson.

Sentindo a pressão, o técnico Júlio Sérgio tratou de mexer em sua equipe, com as entradas de Levi e Victor nas vagas de Cícero, Safira e Mateus Oliveira. No Coritiba, Sandro Forner colocou o ponta Iago Dias, o meia Léo Santos e o centroavante Alecsandro nos lugares de Yan Sasse, Guilherme Parede e Ruy. No final, as mudanças favoreceram ao time do interior, que se aproveitou dos erros nas jogadas de ataque do adversário para segurar o empate em 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 1 x 1 Prudentópolis

Coritiba: Wilson; César Benítez, Thalisson Kelven, Werley e William Matheus; João Paulo; Wellington Simião, Ruy (Alecsandro), Yan Sasse (Iago Dias) e Guilherme Parede (Léo Santos); Kleber. Técnico: Sandro Forner
Prudentópolis: Adilson; Nei, João Paulo, Salazar e Edu Pina; Fernando Gomes, Cícero (Levi), Jefferson Paulista e Anderson Safira (Victor); Robinho e Mateus Oliveira (Danilo Medeiros). Técnico: Júlio Sérgio
Gols: Fernando Gomes (22-1º), Guilherme Parede (2-2º)
Cartões amarelos: Yan Sasse, Wellington Simião (C); Edu Pina (P).
Árbitro:
Público: 5.977 pagantes (6.470 total)
Renda: R$ 146.100,00
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), domingo (21/01) às 17 horas

Related Posts

Facebook Comments