A segunda-feira foi quente nos bastidores do Londrina. A má atuação na derrota para o Foz do Iguaçu, no último sábado, não foi bem aceita pelo gestor do clube, Sérgio Malucelli. Sobrou para o lateral esquerdo Alex Rhuan e o meia Leandro Oliveira, que acabaram dispensados e já não integram mais o elenco alviceleste. Mais uma vez, o diretor contou ter entrado no vestiário para cobrar atletas após o revés na fronteira.
O gestor classificou como decepcionante a atuação do LEC contra o Azulão e elegeu os jogadores como os grandes vilões pela instabilidade da equipe, sétima colocada no Campeonato Paranaense, com sete pontos. “Os primeiros 45 minutos foram ridículos, muito abaixo da média. Alegar cansaço também não dá mais. O Paraná jogou aqui na quarta e ganhou do Atlético no domingo um jogo duro”, comparou o dirigente, em entrevista à rádio Paiquerê AM.
Malucelli criticou o planejamento feito para a partida na fronteira. Para ele, o time deveria ter viajado apenas um dia antes da partida. “Esse negócio de ficar dois dias em hotel, dá uma preguiça no jogador, que só come e dorme. Atrapalha, mas não é justificativa também. Alguma coisa está errada e vamos levantar”, prometeu, justificando que a viagem antecipada foi um pedido da comissão técnica.

materia sobre coletiva e treino do lec para o primeiro jogo, no estadio vgd, contra o parana clube - ft: marcos zanutto - folha de londrina - 22/02/2016

materia sobre coletiva e treino do lec para o primeiro jogo, no estadio vgd, contra o parana clube – ft: marcos zanutto – folha de londrina – 22/02/2016

As broncas do gestor são pelas derrotas diante de Rio Branco e Foz. Ele admite que a punição sofrida com a perda de seis pontos pela escalação irregular do volante Germano mexeu emocionalmente com a equipe e pode ter tirado o foco do jogo com o Leão da Estradinha, mas só também. “Para a sequência, não”, falou, antes fazer uma mea-culpa. “Mas também nem tudo está errado por causa de uma derrota”, antecipou-se.
Malucelli ainda defendeu o técnico Claudio Tencati e diz que ele não tem culpa pela oscilação do time. “O jogador tem que dar a resposta, o Tencati não entra em campo. Acompanho de perto e o trabalho é muito bem feito, excelente. É o treinador mais vitorioso do Brasil”, elogiou Malucelli.
Para completar, o dirigente não descartou novas dispensas caso o time não reencontre o caminho das vitórias. “Se tiver que mandar dez embora, vou mandar. Deixei isso bem claro no vestiário depois do jogo. Se não estiver rendendo o empresário tem o direito de romper”, defendeu-se.
Em contrapartida, novos jogadores podem chegar para repor as saídas. “Pode ser que até esta semana, quem sabe até amanhã mesmo (hoje), se der tudo certo, a gente anuncie mais jogadores”, revelou o gestor, adiantando que já há também atletas contratados para reforçar a equipe na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O prazo para inscrição de atletas no Paranaense termina na próxima sexta-feira, dia 4.
Principal torcida organizada do clube, a Falange Azul também criticou o time. Em sua página em uma rede social, falou em falta de comprometimento dos jogadores.

Fonte: FolhadeLondrina

Related Posts

Facebook Comments