Garantir a permanência de Dagoberto e aumentar o público. Essas são as principais metas do Londrina com o lançamento dos novos planos de sócio-torcedor, apresentados nesta terça-feira em um evento que contou com a presença do atacante, em um shopping da cidade. Centenas de torcedores estiveram no local e pediram a permanência do jogador.

Segundo o gestor do Tubarão, Sergio Malucelli, parte da renda adquirida do programa será destinada justamente para pagar o salário acertado verbalmente com Dagoberto. Por isso, o clube tem destacado que é preciso ter uma adesão de 5 mil sócios para a permanência do jogador.

– O Dagoberto vai ter uma participação nos rendimentos do sócio-torcedor. Esse é um dos motivos de precisarmos de 5 mil. Isso vai fazer com que ele fique conosco. Ele está supervalorizado, recebeu propostas até cinco vezes maiores. Mas a intenção dele é ficar conosco, o coração dele quer ficar aqui conosco. Se o torcedor quer o Dagoberto, tem que contribuir agora – afirmou o dirigente durante o lançamento.

– Foi uma conversa que a gente teve. Vai ser bom para o clube, bom pra gente, bom para todo mundo. Que o torcedor possa ser beneficiado com tudo isso. Sendo bom para todo mundo, para o clube, que se fortalece. Eu estou muito feliz aqui. Tomara que possamos continuar mais um ano – completou Dagoberto, em entrevista coletiva.

Dagoberto reforçou que há um acerto verbal para defender o Londrina em 2019 e deixou claro que essa é a vontade dele e da família.

– Não temos nada assinado, é só “fio do bigode”. Nós conversamos, é bem simples. Eu estou fazendo isso de coração, em paz. Minha família aprendeu a gostar daqui, eu aprendia a gostar da cidade, das pessoas que aqui vivem. É com alegria que a gente está aqui novamente. Tomara que possamos continuar. Depende de algumas coisas, eu passei para o Sergio. Ter um time que possa trazer o torcedor, como nós trouxemos no segundo turno – destacou o atacante.

Além de contar com Dagoberto, o Londrina aposta no sócio-torcedor como um meio de conseguir aumentar o público nos jogos como mandante. Em 2018, a média foi de 2.567 pagantes nos 26 jogos que fez no Estádio do Café – o 46º entre os 60 clubes das séries A, B e C do Brasileiro.

Na atual temporada, o time fez dois jogos em casa, ambos com um público pequeno. Foram 779 pagantes (859 no total) na derrota por 3 a 1 para o FC Cascavel, e 846 pagantes (908 no total) na vitória por 2 a 1 sobre o Rio Branco-PR.

O clube fez uma promoção para os jogos, com o torcedor que adquiriu ingresso contra o FC Cascavel ganhando outro para o duelo com o Rio Branco-PR. As entradas custaram R$ 60 para arquibancada (R$ 30 meia) e R$ 90 para o setor coberto (R$ 45 meia) – valores que não devem ter muita diferença na sequência, de acordo com a diretoria do clube.

Planos do sócio-torcedor

Os planos do programa chamado “Sou Tubarão” são divididos em seis modalidades: Arquibancada, Cadeira, Contribuinte, Família, Empresarial e Sou Tubarão Mirim (destinado especialmente para crianças). Confira os valores mensais:

  • Arquibancada: R$ 55 – livre acesso ao setor arquibancada nos jogos do Londrina como mandante;
  • Cadeira: R$ 85 – livre acesso ao setor coberto nos jogos do Londrina como mandante;
  • Contribuinte: R$ 20 – terá 20% de desconto nos ingressos, válidos também para quem pode ter meia-entrada;
  • Mirim (de 0 a 12 anos): R$ 10 para primeira criança e R$ 5 a partir da segunda criança. Os sócios-mirins poderão entrar em campo com os jogadores do Londrina nas partidas como mandante.
  • Família: será feito apenas de forma presencial, com um mínimo de três pessoas. Pode oferecer 15% de desconto no valor da modalidade (arquibancada ou cadeira).
  • Empresarial: desconto de R$ 10 no plano (arquibancada/cadeira) em cada adesão na empresa.

O Londrina não fez o programa sócio-torcedor em 2018, lançando apenas o “Passaporte Alviceleste”, com um pacote de ingressos dos jogos em casa na Série B do Brasileiro. O último programa sócio-torcedor foi feito em 2017, mas a adesão ficou abaixo dos 2 mil torcedores.

A ideia é que o sócio-torcedor comece a valer no próximo domingo, na partida contra o Paraná Clube, às 17h (de Brasília), no Estádio do Café, pela última rodada da Taça Barcímio Sicupira Júnior, pelo Paranaense.

Fonte: GloboEsporte

Related Posts

Facebook Comments