LEC e Rio Branco fazem jogo atrasado

Depois de cinco jogos sem vitórias no Estádio do Café, entre a Série B do ano passado e o Estadual 2017, o Londrina busca a segunda vitória consecutiva em casa, nesta quarta-feira (15), às 20h, contra o Rio Branco, em jogo atrasado pela 2ª rodada do Paranaense.
Após a semana passada conturbada pela eliminação na Copa do Brasil, o clima entre os jogadores já estava mais leve no treino de terça-feira (14), graças a vitória sobre o PSTC no último domingo (12). “Eles acharam que a gente iria falar parabéns, mas disse que foi apenas uma vitória. É preciso que eles saibam dosar o sucesso, porque quando vem o deslize vem a pancada e vem forte também”, advertiu o técnico Claudio Tencati.
O treinador afirmou que a cada rodada o time vai encaixando a melhor formação e, por esse motivo, o objetivo não é mudar a escalação nos próximos jogos. “Se mudar vai ser em função de lesão ou de um jogador desgastado. O Fabinho não dá para saber se joga. O Matheus também sentiu um desconforto muscular e também não é certeza”, revelou. Outra dúvida é França, que já demostrava cansaço no jogo contra o Gurupi e saiu contundido da partida contra o PSTC. “Culminou com seu estado gripal e garganta inflamada”, acrescentou o técnico. Se Fabinho – autor de dois gols no último domingo – não jogar, Tencati irá optar, imediatamente, por Celsinho.
Caso Matheus fique de fora, o substituto será Marcondes, fazendo dupla de zaga com Luizão. “Temos opções para o meio, como Júlio Pacato e o Bidía, que entrou bem na última partida. Se o França não jogar, dá para montar um esquema mais ofensivo com o Gava, Germano e Fabinho. Tudo são possibilidades”, ponderou.
Uma novidade será o atacante Thiago Cunha, que ficará disponível no banco de reservas pela primeira vez. Ele cumpriu suspensão de quatro jogos imposta pela Fifa, depois que se envolveu em uma briga generalizada na Índia, quando atuava pelo Mumbai City, da Índia.
O treinador também elogiou a primeira partida do centroavante Paulo Rangel. “Foi uma estreia boa. Ele sabe que pode evoluir mais ainda, até pelos treinamentos que ele fez conosco”, apontou. O próprio jogador admitiu que individualmente precisa desse crescimento. “Fiquei quase três meses sem jogar uma partida oficial e senti muito isso. Sou um jogador técnico, mas preciso melhorar muito fisicamente, mas é só dar sequência aos treinamentos para melhorar cada vez mais a parte física e a parte técnica”, comentou.
Já Igor Bosel destacou que se recuperou completamente da contusão que sofreu no jogo contra o Toledo, quando o lateral-direito passou por exames por causa da suspeita de fratura. Ele lembrou da assistência no primeiro gol do LEC contra o PSTC. “Não desisti do lance e fui feliz em tocar para o Fabinho fazer o gol”, recordou.

Em Londrina

Londrina x Rio Branco

Londrina: Alan; Igor Bosel, Matheus (Marcondes), Luizão e Ayrton; Germano, França (Bidía), Rafael Gava e Fabinho (Celsinho); Safira e Paulo Rangel. Técnico: Cláudio Tencati

Rio Branco: Dalton; Ramon, Darlan, Vinícius e Diego Prates; Fidel, Tiago Pedra, Camargo e Rafael Tavares; Rafael Paraíba e Minho. Técnico: Ary Marques

Arbitragem: Rodrigo Aparecido Pereira

Horário: 20 horas

Local: Estádio do Café

Vítor Ogawa
Reportagem Local
Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *