LEC tenta se manter vivo

Acreditando ainda nas suas remotas chances de acesso, o Londrina recebe o Goiás nesta terça-feira (7), no estádio do Café, e sabe que só a vitória interessa para manter acesa a chama do G4. O jogo começa às 20h30.

Em sétimo lugar, com 49 pontos, o Tubarão precisa fazer o seu papel e, além de vencer todas as cinco partidas restantes, tem que torcer por tropeços de Paraná Clube, Oeste e Vila Nova. Com a autoestima de volta após ganhar do Boa Esporte, o LEC coloca em campo também a sua invencibilidade como mandante.

Depois de um primeiro turno com muitos tropeços diante do torcedor, o Alviceleste não perde em casa há três meses – a última derrota foi em 7 de agosto, diante do Vila Nova, no fechamento do primeiro turno. Na Série B, são seis partidas sem saber o que é ser derrotado, com cinco vitórias e um empate.

“Queremos manter esta regularidade, que foi um compromisso de vestiário e tem funcionado. Temos que manter o mesmo espírito, esta imposição e segurança para buscarmos mais uma vitória. É um adversário que cresceu muito na competição e que tem um time e jogadores qualificados. Será mais uma partida dificílima”, ressaltou o técnico Claudio Tencati.

A preocupação de Tencati não é por acaso. Apesar de ser apenas o nono colocado, com 43 pontos, o Goiás melhorou após a chegada do técnico Hélio dos Anjos e não perde há sete partidas. Nos últimos jogos, são quatro vitórias e três empates.

Em relação à formação do time, o centroavante Carlos Henrique é dúvida para o confronto. O artilheiro do LEC na Série B sofreu uma pancada na panturrilha no sábado e, apesar de ter participado do último treinamento, não tem presença confirmada. Safira está de sobreaviso.

Duas mudanças estão confirmadas. Reginaldo entra na lateral-direita no lugar do suspenso Lucas Ramon e Romulo volta a ser titular na posição de Bidía. “Por ser um jogo em casa, precisamos mais deste lado criativo e o Romulo vinha fazendo bem esta função de infiltração e organização”, frisou Tencati.

Com o pensamento focado em cada partida, o Londrina evita se entusiasmar com o G4 e secar os principais concorrentes. “Temos que fazer a nossa parte e, se as equipes vacilarem, que a gente possa estar preparado para chegar. O Londrina tem muita força dentro de casa e propõe muito o jogo. Esperamos manter isso para fazermos um grande jogo e continuarmos brigando pelos primeiros lugares”, afirmou o atacante Negueba.

No Goiás, o torcedor alviceleste vai reencontrar o goleiro Marcelo Rangel, destaque na Série B de 2016. O técnico Hélio dos Anjos tem apenas uma dúvida no ataque: Júnior Viçosa ou Michael.

EM LONDRINA

Londrina
César; Reginaldo, Dirceu, Édson Silva e Ayrton; Germano, Jardel e Romulo; Artur, Carlos Henrique (Safira) e Negueba
Técnico: Claudio Tencati

Goiás
Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fábio Sanches, Alex Alves e Carlinhos; Victor Bolt, Elyeser e Léo Sena; Aylon, Carlos Eduardo e Júnior Viçosa (Michael)
Técnico: Hélio dos Anjos

Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Estádio: do Café
Horário: 20h30

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *