Marreco vence em teste do novo Arrudão

Marreco vence em teste do novo Arrudão

Da assessoria
O Marreco Futsal não encontrou um jogo fácil no amistoso contra o Coronel Vivida, atual campeão da Série Bronze, na noite de quarta-feira, dia 6, quando o Ginásio Arrudão foi reinaugurado, depois da reforma de troca do telhado e revitalização da quadra. O placar final foi de 9 a 5 para a equipe beltronense, mas engana-se quem pensa que foi um jogo tranquilo. Desta vez, somente chuva de gols na quadra, pois o novo telhado foi testado com um forte temporal e nenhuma gota d´água tocou o solo durante o jogo.
Desta vez, o Marreco mostrou que tem um bom elenco, com um ótimo suporte do time sub-20. Quando o jogo estava em 3 a 1 favorável para os visitantes, o técnico Paulinho Gambier colocou três jogadores juvenis, Fabinho, Glauber e Paulo Felipe, e o Marreco virou o placar pra cima do Coronel Futsal, do técnico Vando Ronsani, que está com um bom time para a disputa da Série Prata.

O jogo
Quem abriu o placar no Arrudão foi o ala-esquerdo Juninho, que chutou de longe, no ângulo do goleiro Felipe Gadens, que é natural de Renascença, e já teve passagens por clubes como Marreco, Dois Vizinhos e Palmas. A virada do Coronel Vivida veio em seguida, primeiro com Malinha e depois com Diego. Depois de uma confusão perto do banco de reservas do time visitante, o árbitro Getúlio de Vargas expulsou Sol Sales. Com um jogador a menos, o Marreco levou o terceiro, com assistência de Gaspar e finalização de Malinha.
Aí os jogadores do sub-20 entraram e começaram a aplicar uma correria pra cima da defesa adversária. A reação começou com Alexandre Pintinho, que recebeu dentro da área e tocou no canto do goleiro para fazer 3 a 2. O empate veio com um belo chute de Paulo Felipe, pelo lado direito de ataque. A virada contou com uma bela assistência de Fabinho para o gol de Paulinho, o primeiro do prata da casa com a camisa do Marreco no Arrudão.
Aí começou a brilhar a estrela de um jovem pivô, o Rafa Stocker, que fez o quinto gol ao driblar a marcação na entrada da área e fuzilar o goleiro adversário. O Coronel ainda descontou com Ronaldo, que venceu o goleiro Di Fanti, que atuou no segundo tempo (Quinzinho defendeu a meta na primeira etapa). Faltando menos de oito minutos para o fim do jogo, a arbitragem marcou pênalti em favor do Marreco, que Rafa Stocker bateu e marcou 6 a 4. Em uma bela triangulação de ataque, Ronaldo marcou seu segundo gol no jogo e o quinto do Coronel Futsal.
O time visitante foi pra cima com goleiro-linha, mas a ação surtiu efeito contrário, pois o Marreco ainda marcou mais três gols, com Juninho, de tiro livre, Fabinho e o goleiro Di Fanti.

Sábado em Coronel
No próximo sábado, dia 9, o Marreco devolve o amistoso em Coronel Vivida, no Ginásio Barro Preto. No dia anterior, 8, em Planalto, o Marreco vai abrir a Copa Iguaçu FM, evento patrocinado pela Cresol.

Desfalques
Para esse jogo contra o Coronel Vivida, o técnico Paulinho Gambier não contou com o fixo Max, os alas Pedro Rei e Felipe Monteiro e os pivôs Sinoê e Dener. “Eles sentiram desconforto e resolvemos poupá-los para esse jogo. Nosso foco é a Supercopa, precisamos estar 100% para essa competição. Vamos ter todos os jogadores à disposição do técnico Paulinho”, comenta Mauro Córdova, supervisor do Marreco Futsal.

 

Foto:José Delmo Menezes Júnior/Divulgação

Related Posts

Facebook Comments