Matemática atinge paranaenses na Série B

A reta final da Série B proporcionou uma disputa direta entre os rivais Londrina e Paraná Clube por uma vaga no G4 do Brasileiro. Separados por apenas dois pontos, os paranaenses brigam com o Oeste pela última vaga para a Série A em 2018. A ascensão de um dos dois pode colocar o Estado do Paraná novamente com três equipes na Primeira Divisão, algo que aconteceu pela última vez em 2005.

O Tricolor é o único que depende apenas das suas próprias forças, por ser o quarto colocado, com 60 pontos. O Tubarão é o quinto, com 58, a mesma pontuação do time paulista, que perde no número de vitórias em relação ao Alviceleste e por isso é o sexto.

A disputa entre LEC e Paraná traz à tona uma realidade diferente entre os clubes nas últimas temporadas. Enquanto o Londrina conseguiu galgar degraus importantes com seguidos acessos após amargar anos no ostracismo, sem vaga em nenhuma competição nacional, o Tricolor se estabilizou na Série B desde a sua queda em 2007, mas, com exceção desta temporada, sempre terminou longe dos primeiros colocados e com poucas aspirações de acesso. A melhor campanha foi em 2010, com um sétimo lugar.

O técnico Claudio Tencati ressaltou a importância deste momento para o futebol paranaense e revelou que até chegou a torcer para o rival quando o Londrina esteve distante das primeiras posições. “Nem vejo como uma concorrência entre os clubes. Quando tínhamos poucas chances de subir, até fiquei na torcida por eles por entender que tinham merecimento. Mas agora estamos na briga e também queremos a vaga”, frisou.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *