Motor: Cascavel de Ouro terá prova para Classe 2

Motor: Cascavel de Ouro terá prova para Classe 2

Marcada para 1º de novembro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, a 34ª edição da Cascavel de Ouro terá uma programação automobilística intensa. Além das duas corridas preliminares da Gold Classic, cujo grid será formado por 50 exemplares de modelos clássicos e antigos, o evento terá como novidade em 2020 a primeira edição da Cascavel de Prata, que vai premiar os pilotos vencedores com R$ 50 mil.

“Já na Cascavel de Ouro de 2019 nós comunicamos aos pilotos que a partir deste ano a prova teria apenas os carros dos modelos mais novos, seguindo a tendência que a Turismo Nacional lançou com a Classe 1”, explica o piloto Edson Massaro, promotor da Cascavel de Ouro. “Mas logicamente não poderíamos desprezar a frota de carros de Marcas da Classe 2, que são os mais antigos. Essa foi a solução que encontramos”.

A Cascavel de Prata vai acolher carros como VW Gol da segunda geração, Fiat Uno e Palio, Ford Ka e Fiesta, GM Corsa e Celta, Peugeot 206 e Renault Clio, por exemplo, produzidos entre 1993 e 2017. A corrida terá duas horas de duração e será disputada na manhã de 1º de novembro, horas antes da prova principal. Os pilotos poderão atuar em trios ou duplas e a premiação em dinheiro contemplará apenas os vencedores.

Esta será a quarta edição da Cascavel de Ouro sob promoção da Masso Sports. Massaro mostra satisfação com o trabalho feito desde 2017. “A prova está consolidada como um dos maiores eventos do automobilismo brasileiro. Não há lugar nesse país onde os esportistas não falem da Cascavel de Ouro ou não manifestem o desejo de participar. E os que vêm de outros lugares para correr sempre voltam”, aponta.

A transmissão ao vivo da corrida para todo o Brasil é um dos pontos altos citados por Massaro. “Em 2017 e 2018 a Cascavel de Ouro foi mostrada na íntegra pelo BandSports, no ano passado a transmissão foi do Fox Sports. É um patamar que reforça ainda mais esse status de grande evento. Além do mais, é a prova que põe em jogo o maior prêmio em dinheiro do país, com R$ 100 mil para o primeiro colocado”, cita.

A Cascavel de Ouro de 2019 teve o grid mais numeroso da história do evento. Foram 56 carros largando para a disputa de três horas, que confirmou a segunda vitória de Daniel Kaefer, de Cascavel, em dupla com Gabriel Corrêa, de Goiânia. Eles pilotaram o Ford New Ka número 4 da Classe A-Ferrari Motorsport. A Masso Sports responderá pelo evento até 2023, segundo o contrato firmado com o Automóvel Clube de Cascavel.

Related Posts

Facebook Comments