Motor: TCR South América é lançado com 3 etapas no Brasil

Motor: TCR South América é lançado com 3 etapas no Brasil

O campeonato TCR South America foi lançado oficialmente para a temporada 2021. A categoria começará em abril do próximo ano e contará com oito eventos, cada um com duas corridas. Passará por Argentina, Brasil, Chile e Uruguai.

Estiveram presentes na apresentação: Macello Lotti, CEO do grupo WSC Ltd; Carlos García Remohí, presidente da Codasur; dirigentes do TCR South America; Victor Rosso (diretor desportivo), Samuel Canca (diretor técnico), além de pilotos brasileiros e argentinos como Esteban Guerrieri, Nestor Girolami, Augusto Farfus e Cacá Bueno, entre outros.

“O início do campeonato TCR South America é um grande marco para nossa organização e coroa os esforços de nossos sócios sul-americanos. Tínhamos muita vontade de exportar o conceito do TCR à América do Sul, já que é uma região onde os campeonatos de turismo têm grande popularidade. Isso decerto agrada aos fabricantes já envolvidos com o TCR e novas montadoras que poderão vir”, comentou Marcello Lotti, CEO do Grupo WSC, proprietário do conceito TCR e seu regulamento técnico.

“Ainda que tenha se destacado pelo rally nos últimos anos, a Codasur ampliou bastante sua gama de atividade, com várias categorias. Hoje tem um campeonato de cross country, um campeonato muito importante no kart e um de rallycross na Argentina. Mas acrescentar um campeonato de carros de turismo integrado na América do Sul é importante, é um sonho. Com as mesmas regras e os mesmos carros que participam em todo mundo e com as vantagens que isso implica. Esperamos que outros países da região tomem parte, para fortalecer ainda mais o evento”, destacou Carlos Garcia Remohí, presidente da Codasur.

Sobre o TCR South America:
Será um campeonato fechado. Equipes e pilotos interessados em participar deverão preencher uma ficha de inscrição e enviar à organização até 31 de julho. Haverá apenas 26 licenças disponíveis para a temporada 2021 e 24 delas serão destinadas a Argentina, Brasil, Chile e Uruguai. O promotor poderá emitir outras duas licenças adicionais, para outros países da região.

Related Posts

Facebook Comments