Paranaenses decidem vaga na final da Liga

O que está em jogo é o 22º título da Liga Nacional de Futsal. Os sobreviventes nesta briga são Joinville, Assoeva, Foz e Marreco. Algumas de suas conquistas até aqui, e o que é necessário para seguir adiante, você confere agora e assiste ao vivo no SporTV neste final de semana.

Joinville

Melhor campanha da primeira fase entre os quatro, o tricolor perdeu sua invencibilidade na Liga que já perdurava desde maio. Assim, para aproveitar da vantagem do empate na prorrogação, precisa vencer o Foz no tempo normal em sua casa. No Cau Hansen, onde conquistou 23 pontos em 30 possíveis, a equipe catarinense conta com o apoio da sua torcida para chegar na terceira final de LNF da sua história.

Foz Cataratas

O golaço de Vini, as defesas de Gian Wolverine e a garra de Léo Costa, que levaram a torcida do Azulão à loucura no Costa Cavalcanti, precisam seguir na mesma vibração em terreno adversário. Representantes da fronteira, os paranaenses sabem ser estrangeiros. Eles têm quatro vitórias fora dos seus domínios, maior número entre os times da competição, empatado com o Magnus, já eliminado. No entanto, um empate no tempo normal basta no sábado para eles serem os primeiros assegurados na finalíssima.

Assoeva

Em Francisco Beltrão foi preciso recorrer aos garotos para compor as rotações. A Assoeva, que já perdeu Zico por lesão pelo restante da temporada, e conta com elenco enxuto, viu Renatinho e Valdin – o grande destaque do jogo de volta das quartas de final – sentirem lesões e ficarem fora de parte do jogo de ida na semifinal. Mas os meninos não decepcionaram Malafaia, como Marcílio, que chegou com ousadia, dribles e personalidade. Daniel e Sacon, na parte ofensiva, André Deko e Boni, na defensiva, seguraram o ímpeto e o empate no Arrudão. A vitória classifica os gaúchos.

Marreco

Os beltronenses que se vacinem, porque a torcida da “Febre Amarela”, na Terra do Chimarrão, promete devolver a pressão do ginásio lotado na mesma moeda em busca da vitória. Além disso, os visitantes podem até empatar no tempo normal, mas precisarão vencer no tempo extra, neste caso, por terem a pior campanha. Mas com o passar do ano todos aprenderam a não duvidar deste Marreco, que tem um elenco equilibrado e, quando recorre ao banco, entra igualmente forte em quadra. Sinoê, Sol Sales, Barbosinha, Canhoto…eles têm poder de fogo para tornar o domingo muito atrativo aos fãs da LNF.

Semifinal LNF2017 – Jogos de volta

Sábado 13h – Joinville x Foz Cataratas

Domingo 12h30 – Assoeva x Marreco

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *