Pato celebra conquista da Série Ouro

O Pato Futsal deu o troco no Marreco, de Francisco Beltrão, no jogo de volta do Campeonato Paranaense da Série Ouro. O time pato-branquense venceu o rival no tempo normal por 4 a 1 e nos pênaltis, por 5 a 3, comemorando o titulo da temporada. Esse é o terceiro título estadual de Pato Branco. O primeiro foi conquistado pelo Grêmio Industrial Patobranquense em 1990 e o segundo veio em 2006, com o Clube Atlético Patobranquense. Luiz Sérgio Lavarda (Lavardinha) foi campeão como jogador nas duas equipes e agora como presidente do Pato Futsal. Já Sérgio Lacerda foi campeão como técnico com o Atlético e agora com o Pato Futsal. Como havia perdido o primeiro clássico das penas por 4 a 1, em Francisco Beltrão, o Pato Futsal precisava vencer o Marreco no tempo normal para levar a decisão do título para os pênaltis. O time pato-branquense teve duas oportunidades, com Danilo Baron e Neguinho, mas Quinzinho defendeu. A situação ficou ainda mais difícil quando Sinoê fez 1 a 0 para o Marreco. O Pato Futsal foi para o ataque e Daniel Batalha chutou para a defesa de Quinzinho. Em seguida, Simi, livre, bateu sobre o gol. O Marreco deu um susto com Suelton que chutou cruzado, mas Di Fanti Defendeu. A reação começou no finalzinho do primeiro tempo, quando Neguinho bateu fraco e Quinzinho aceitou, 1 a 1. No segundo tempo, o Pato Futsal voltou melhor e virou o placar logo aos cinco minutos, com Rodrigo Trentin, 2 a 1.

O Marreco acordou e teve duas oportunidades, com Sinoê e Richard, mas eles bateram para fora. O Pato Futsal chegou ao terceiro gol em uma linda jogada de Neguinho, que tocou para Simi marcar. O Marreco colocou Sol Sales como goleiro-linha e tentou pressionar, mas o Pato soube se defender e numa roubada de bola Robério fechou o placar, 4 a 1.

Na cobrança de pênaltis, os três primeiros foram convertidos pelos dois times. Robério, Jamur e Rodrigo Trentin para o Pato e Emerson, Kauê e Richard para o Marreco. Em seguida, Danilo Baron fez o quarto para o Pato e Barbosinha desperdiçou para o Marreco. O pivô Simi converteu o pênalti que garantiu o título para o delírio dos torcedores, que lotaram o ginásio de Esportes Dolivar Lavarda.

Premiação
A Federação Paranaense de Futebol de Salão fez a entrega da premiação logo após o jogo. O Marreco recebeu o troféu e medalhas de segundo colocado. Já o Pato Futsal teve Di Fanti como melhor goleiro e Neguinho foi eleito o craque da decisão. Em seguida, foi entregue o troféu e medalhas de campeão para o time pato-branquense.

O capitão Simi levantou a taça e teve uma grande comemoração no ginásio e depois com desfile pelas ruas da cidade no caminhão do Corpo de Bombeiros. Simi, que fez um gol no tempo normal e converteu o pênalti que garantiu o título, disse ser predestinado em colocar a bola para dentro. Ele comemorou o título do Estadual, mas lamentou a equipe ter sido eliminada precocemente da Liga Nacional de Futsal.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *