Quase uma decisão

O Atlético recebe o San Lorenzo-ARG, nesta quarta-feira (3), às 21 horas, na Arena da Baixada, em duelo de múltipla importância para o Furacão na penúltima rodada do Grupo 4 da Libertadores.

Primeiramente, um triunfo sobre os argentinos serve para classificar matematicamente a equipe comandada por Paulo Autuori para as oitavas de final, com uma rodada de antecedência – a última vez que o time rubro-negro passou para o mata-mata internacional foi em 2005, quando foi vice-campeão.

Mais do que isso, uma vitória na Baixada pode encaminhar a classificação do Atlético como o líder do Grupo 4, chamado antes do início da disputa de “grupo da morte”. Terminar na ponta é importante estrategicamente para o time. Caso termine na segunda colocação, o Atlético terá de fazer o duelo de ida das oitavas de final em Curitiba, entre os dias 4 e 6 de julho. Ocorre que a Baixada está reservada entre 24 de junho e 11 de julho para a Liga Mundial de Vôlei. Ou seja, nesse caso haveria conflito de datas, ameaçando o Furacão de ter de mandar as partidas em estádio neutro.

Passando como o líder da chave, por outro lado, o Furacão jogaria o confronto de volta das oitavas na Baixada, entre 8 e 10 de agosto, evitando, assim, a possível necessidade de atuar em outro estádio na competição mais importante do ano. Por fim, uma vitória sobre o “time do Papa” serviria como reabilitação após a derrota por 3 a 0 para o Coritiba, no último domingo (30), na primeira decisão do Estadual.

Além de fazer as pazes entre equipe e torcida, o triunfo na Liberta serviria de motivação para o Furacão buscar a difícil virada para cima do Coxa no Estadual. “A equipe tem tido a capacidade de solucionar os problemas que aparecem, sempre demos respostas muito positivas após momentos difíceis”, confia Autuori.

Em campo, o treinador contará com os retornos de Thiago Heleno, Otávio, Lucho González e Eduardo da Silva ao time titular – com exceção deste último, que entrou no segundo tempo, todos foram poupados no Atletiba. “Será o jogo, neste momento, mais importante da temporada”, prevê Eduardo. “Para a gente, será uma final. Não tem motivação maior do que jogar em casa diante da nossa torcida. Queremos nos classificar com inteligência, sem ansiedade”, complementa.

Na outra partida da chave, também nesta quarta, o Flamengo recebe o Universidad Católica-CHI, no Maracanã, às 21h45. Os cariocas têm seis pontos, na segunda posição, enquanto os chilenos aparecem com cinco pontos, na terceira. O San Lorenzo é o lanterna, com quatro pontos. O Furacão é o líder, com sete.

FICHA TÉCNICA:

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/05/03/Esportes/Imagens/Cortadas/05.02 - ficha cap-k0rE-U2018981735682lC-1024x1050@GP-Web.jpg
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *