O atacante Lúcio Flávio, do Paraná, treinou normalmente na tarde desta sexta-feira (4) e, caso não sinta nenhum desconforto muscular até o próximo domingo (6), data do clássico com o Coritiba, no Couto Pereira, será titular no duelo.

O jogador, artilheiro do Tricolor no Paranaense com seis gols, ficou de fora das duas últimas partidas do time por causa de uma lesão muscular na coxa direita. O técnico paranista, Claudinei Oliveira, mantém cautela e garante que a decisão de escalar ou não o jogador passará pelo departamento médico.

“Se ele estiver bem, vai jogar. O exame não detectou lesão, ele já fez um trabalho com bola ontem[quinta-feira] e hoje [sexta] treinou também. Se o departamento médico o liberar, vamos com força máxima”, afirma Claudinei. “Agora, se ele sentir algum desconforto, não estiver seguro e confiante, aí entra o Toni no lugar”, ressalva.

Além do possível retorno de Lúcio Flávio, a outra novidade da equipe tricolor será a entrada do zagueiro Basso na vaga do suspenso Zé Roberto. O jovem de 19 anos admite a ansiedade em disputar um clássico, mas garante estar preparado para a missão. “É uma ansiedade boa, para mim é uma honra. É uma chance de ouro, treinei forte na pré-temporada aguardando esse momento”, afirma o defensor, que conta com a confiança do técnico Claudinei.

“O Basso já entrou em situação pior contra o Atlético, o time com um a menos, e já foi muito bem. Eu passo tranquilidade. Ele já teve essa prova de fogo e foi muito bem”, diz o comandante. Na vitória por 1 a 0 sobre o Furacão, Basso entrou na partida aos 12 minutos da etapa complementar, logo após a expulsão de Zé Roberto.

O recém-contratado zagueiro Demerson, por sua vez, foi registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e ficará como opção no banco de reservas.

Desta maneira, o Paraná deve enfrentar o Coxa com Marcos; Nei, Alisson, Basso e Fernandes; Jean. Anderson Uchôa, Válber e Nadson; Robson e Lúcio Flávio (Toni).

Fonte: Gazeta do Povo

Related Posts

Facebook Comments