Que vergonha!!

O Coritiba perdeu por 1 a 0 para o Vitória, nessa segunda-feira (dia 28) à noite, no Couto Pereira, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou em 14º lugar, com 46 pontos. A equipe baiana está na 15ª colocação, com 45 pontos, três pontos acima da zona de rebaixamento.

Antes do início da rodada, o Coxa já havia escapado do rebaixamento. O principal objetivo da equipe passou a ser uma vaga na Copa Sul-Americana 2017. Para isso, precisa ficar entre os 12 primeiros. Se o Grêmio for campeão da Copa do Brasil, até o 13º colocado entra na competição continental. Caso a Chapecoense seja campeã da Copa Sul-Americana 2016, até o 14º colocado também garantirá vaga nesse torneio internacional.

Na última rodada, o Coritiba pega a Ponte Preta, em Campinas. Para garantir vaga sem depender da Chapecoense, o time paranaense precisa vencer a Ponte e torcer por derrota do Cruzeiro para o Corinthians em Belo Horizonte.

Outro objetivo do Coxa era buscar um bônus em dinheiro. Os 16 primeiros colocados do Brasileirão ganham uma premiação em dinheiro. O time tinha até a possibilidade de chegar em 10º lugar. E, na pior das hipóteses, terminará na 16ª colocação. Os valores para essa faixa são: 10º colocado com R$ 1,5 milhões, 11º colocado com R$ 1,3 milhões, 12º colocado com R$ 1,15 milhões, 13º colocado com R$ 1 milhão, 14º colocado com R$ 900 mil, 15º colocado com R$ 800 mil e 16º colocado com R$ 700 mil.

Depois do apito final no Couto Pereira, a torcida gritou “vergonha” e protestou contra o time.

FATOR CAMPO
O técnico do Coritiba, Carpegiani, estava invicto no Couto Pereira pelo Brasileirão, com seis vitórias e três empates. Nessa segunda-feira, sofreu sua primeira derrota pela competição no local.

TÉCNICO
Carpegiani completou 25 jogos no comando do Coritiba, com 9 vitórias, 8 empates e 8 derrotas.

ESCALAÇÃO
O Coritiba não tinha González, Alan Santos e Neto Berola, lesionados. Carpegiani deixou Raphael Veiga, já negociado com o Palmeiras, fora da partida. E colocou Juan no banco. O treinador armou o time no esquema tático 4-4-2, com Iago e Leandro pelos lados do campo. O ataque tinha Kazim e Kleber. Os desfalques do Vitória eram Diogo Mateus, José Welison e Diego Renan. A equipe baiana jogou no 4-2-3-1.

PRIMEIRO TEMPO
Os jogadores do Coritiba até correram e mostraram alguma vontade, mas nada comparada à garra do Vitória, que luta desesperadamente contra o rebaixamento. O time baiano aproveitou seu ritmo mais intenso no início para abrir o placar. Marinho deu uma de Messi, driblou quatro e marcou um golaço, aos 10 minutos. Em seguida, o Coxa até equilibrou o jogo no meio-campo, mas só levou perigo em arrancadas de Leandro e em duas boas jogadas individuais de Yan.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, trocou um ponta por outro: saiu Iago e entrou Vinícius. O Coritiba aumentou o ritmo e passou a pressionar. O Vitória recuou e passou a errar. Aos 9 e aos 12, o goleiro Fernando Miguel fez duas boas defesas e evitou gols do Coxa, parando um cabeceio de Walisson Maia e um chute de Leandro. Aos 24, Carpegiani tirou o zagueiro Wallison Maia e colocou Juan no jogo, na lateral-esquerda. Com isso, Juninho trocou a lateral pela zaga. Aos 30, troca de atacantes: saiu Kazim e entrou Evandro. O Coxa seguiu pressionando, mas passou a sofrer com contra-ataques do Vitória.

ESTATÍSTICAS
O Coritiba teve 63% de posse de bola, 12 finalizações (4 certas), 76% de precisão nos passes e lançamentos e 7 escanteios. O Vitória somou 6 finalizações (2 certas), 66% nos passes e lançamentos e 3 escanteios. Os dados são do WhoScored.

CORITIBA 0 x 1 VITÓRIA
Coritiba: Wilson; Dodô, Walisson Maia (Juan), Nery Bareiro e Juninho; Amaral, Yan, Iago (Vinícius) e Leandro; Kleber e Kazim (Evandro). Técnico: Carpegiani
Vitória; Fernando Miguel; Norberto, Kanu, Victor Ramos e Euller; Marcelo, Willian Farias, Marinho (Amaral), Cárdenas (Tiago Real) e Zé Love (David); Kieza. Técnico: Argel Fucks
Gol: Marinho (10-1º)
Cartões amarelos: Leandro, Bareiro, Yan, Dodô, Vinícius (C). Kanu, Cárdenas, Willian Farias, Norberto, Victor Ramos (V).
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Público: 12.755 pagantes (13.566 total)
Renda: R$ 223.095,00
Local: Couto Pereira

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *