O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo César Salomão Filho, acatou na tarde desta quinta-feira (11) o pedido de liminar do Londrina Esporte Clube (LEC) e deve enviar nos próximos dias um ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para não homologar o resultado final do Campeonato Brasileiro da Série B de 2019. O pedido havia sido realizado pela diretoria do LEC no dia 2 deste mês.

“Pelo exposto, DEFIRO EM PARTE a medida liminar vindicada, determinando que se oficie à CBF para que, por ora, e até ulterior decisão deste STJD, se abstenha de ultimar a declaração do rebaixamento do LONDRINA EC à Série C do Campeonato Brasileiro”

Na medida cautelar, o clube alviceleste também havia sinalizado para irregularidades cometidas pelo Figueirense Futebol Clube (que foi o 16º colocado, o primeiro acima da zona de rebaixamento, com 41 pontos) durante a disputa da competição. A principal delas foi o W.O. do time catarinense na partida, válida pela 17ª rodada, que deveria ser disputada contra o Cuiabá, na Arena Pantanal, no dia 20 de agosto.

Como o alviceleste terminou a competição na 17ª posição, com 39 pontos, sendo o mais bem colocado dos quatro rebaixados à Série C.  O objetivo é que os catarinenses sejam punidos com pontos, salvando o LEC do rebaixamento. Esse mérito será julgado a partir de agora, já que o processo vai ser distribuído, sendo nomeado um relator e o Figueirense será notificado para se manifestar. O advogado Paulo Schmidt, que defende o Londrina, ressaltou a importância da decisão desta quinta.

“Uma decisão importante, nos dá um pouco de folego para discutir o mérito. O Tribunal recebeu a medida, processou, vai fazer a distribuição e o encaminhamento à Procuradoria para manifestação e pautar para julgamento. Enquanto isso, de uma forma preliminar, concedeu uma medida para que a CBF não promova o rebaixamento do Londrina”

Fonte: Paiquere

Related Posts

Facebook Comments