Tênis: Wild consegue vitória após quase 4h de jogo

Tênis: Wild consegue vitória após quase 4h de jogo

O paranaense Thiago Wild precisou de 3h49 para derrotar o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (7/3) e 7/5, nesta segunda-feira à noite, na primeira rodada do Rio Open.

Em um jogo tremendamente disputado dentro de quadra, o clima ficou quente fora dela com o jogador europeu discutindo muito com o juiz. A participação intensa do público tornou o ambiente muito parecido com a de uma Copa Davis. O momento de destaque da partida aconteceu no segundo set, quando Wild vencia por 5 a 4, mas teve o saque quebrado.

Fokina (90.º do ranking mundial) aproveitou para fazer 6 a 5 e teve três match points, que foram salvos pelo brasileiro. No tie-break, quando Wild vencia por 6 a 2, o espanhol se irritou com a torcida, que festejou um erro seu no saque. Fokina discutiu com os torcedores, com o árbitro e sacou por baixo, conseguindo o ponto. Wild também reclamou e os dois discutiram muito na rede e precisaram ser separados pelo juiz. O ponto foi mantido e Wild sacou para fazer 7 a 3, ganhar o tie-break e fazer 1 a 1 no placar.

O terceiro set também teve emoção. Wild fez 3 a 0, mas levou a virada. O brasileiro devolveu a quebra no saque e os dois confirmaram seus games até 6 a 5, quando o jogador nacional conseguiu mais uma quebra para fechar a partida em 7/5, garantindo sua primeira vitória em um torneio de ATP 500.

Na segunda rodada do Rio Open, Thiago Wild terá pela frente o vencedor do duelo desta terça-feira entre o croata Borna Coric (32.º do mundo) e o argentino Juan Ignacio Londero (61.º). Com a vitória desta segunda-feira, Wild deve saltar do 206.º para o 178º lugar no ranking mundial, sua melhor colocação na carreira. Outros resultados desta segunda-feira: o argentino Federico Coria bateu o francês Corentin Moutet por 2 a 1 (1/6, 7/6 e 7/6); o espanhol Martinez Portero superou o boliviano Hugo Dellien também por 2 a 1 (3/6, 6/2 e 7/5); o argentino Federico Del Bonis eliminou o espanhol Roberto Baena (6/2 e brasileiro Felipe Meligeni, 318 do ranking mundial

Related Posts

Facebook Comments