Uniforme furtado e solidariedade na Segundona

Uniforme furtado e solidariedade na Segundona

Por Yuri Casari (DoRicoaoPobre)

O objetivo das duas equipes era fugir do chaveamento com o Operário na próxima fase. E a vitória era o único resultado para não ter que depender de nenhum outro placar. Com ótima atuação, o São Joseense dominou o Paranavaí e venceu por 1 a 0, gol do capitão João, assumindo a segunda colocação geral. Mesmo com a derrota, o ACP também se livrou do confronto com o Fantasma, e as duas equipes voltam a se enfrentar na segunda fase da Divisão de Acesso.

Pré-jogo: O duelo entre São Joseense e Paranavaí era decisivo para definir os classificados para cada grupo da segunda fase da Divisão de Acesso. Com o ACP na segunda posição e com o São Joseense na quarta colocação, quem vencesse se livraria do Operário na próxima fase, o bicho-papão da competição. O Vermelhinho do Fim da Linha teve uma dificuldade adicional para o confronto. Durante a madrugada de sábado para domingo, o ônibus em que o clube veio para Curitiba foi furtado enquanto os atletas estavam no hotel. Foram levados chuteiras, bolas e uniformes. Para não dar WO, a direção conseguiu de última hora os equipamentos necessários. Por meio da Federação Paranaense de Futebol, a equipe conseguiu um kit de uniformes do Novo Mundo, clube da Suburbana. Além disso, o Maringá Futebol Clube, que está em Curitiba para disputar a semifinal da Taça Caio Júnior, emprestou chuteiras. Quem também ajudou o ACP foi o Atlético, que forneceu equipamento completo para a partida. Assim, o Vermelhinho entrou de rubro-negro para encarar os donos da casa.

Primeiro tempo: A partida começou com o São Joseense tentando manter a posse de bola contra um ACP bem postado defensivamente. Os anfitriões tentavam exercer pressão sobre o adversário e tiveram a primeira finalização aos 5 minutos, em chute de Jáder de fora da área, desviado pela defesa. Após uma sequência de escanteios em favor do São Joseense, Willian Feijão levou perigo em cabeçada para baixo, que Romero espalmou para escanteio.

A mesma arma foi usada aos 13 pelo Paranavaí, que chegou pela primeira vez em jogada de escanteio em forte cabeçada de Diego para fora. Mas o São Joseense respondeu rápido e no minuto seguinte assustou com forte chute do camisa 10 Lucy. Aliás, Lucy vinha muito bem na partida, e aos 16 deu passe magistral por cima da defesa para Sotto, que finalizou, mas Romero saiu bem no lance. No rebote, Feijão tentou o arremate e a zaga do Paranavaí salvou o gol certo. Feijão voltou a ter chance aos 22, em bola cruzada pelo lado esquerdo, mas o centroavante cabeceou por cima do gol.

A melhor oportunidade do dominante São Joseense aconteceu aos 25, em uma boa sequência de lances aéreos. Na primeira, bola levantada na área e o capitão João cabeceou à queima-roupa, e Romero espalmou de maneira milagrosa. No escanteio, foi a vez do zagueiro Hudson testar a bola e acertar o pé da trave direita do arqueiro rival. No restante da primeira etapa o São Joseense continuou com mais posse de bola e criou mais, mas a bola insistiu em não entrar, principalmente pela boa partida do goleiro Romero.

Segundo tempo: Romero se destacava, mas em um dos lances na primeira etapa sentiu uma lesão e teve que ser substituído no intervalo.  No reinício, o ACP tentou surpreende logo aos 2 minutos em boa jogada individual de Kaique, que chutou de direita e acertou o travessão. Apesar desse início, a posse de bola se manteve mais com o São Joseense, que ditava o ritmo de jogo. Aos 13, Feijão recebeu dentro da área, de cara com o gol, mas chutou para fora, perdendo chance inacreditável. Na sequência, em novo ataque, Lucy tentou o arremate colocado e chutou por cima do gol. Aos 18, outra boa oportunidade em chute de Jáder, pelo lado esquerdo, e Luis Augusto espalmou para escanteio, mantendo o nível apresentado pelo titular.

Aos 21 minutos, o São Joseense perdeu mais uma chance incrível. Lucy levantou a bola no meio da área para Evertinho, que entrou na velocidade e finalizou para fora. Mas aos 23 minutos, nada pôde segurar o time de São José dos Pinhais. Após cobrança de falta, a bola sobrou para João, que girou o corpo e bateu de direita no canto esquerdo do goleiro, colocando o São Joseense na frente. Com esse resultado e a vitória parcial do PSTC, o ACP caiu para a quarta posição, o que obrigou a equipe a tentar o ataque, mas o São Joseense estava com o jogo na mão, e com muita maturidade conseguiu manter o placar de 1 a 0 até o fim da partida.

Com a vitória, o São Joseense se livrou de enfrentar o Operário na segunda fase, assim como o ACP, que mesmo com a derrota, ficou na terceira posição à frente do PSTC, que acabou sofrendo o empate do Iraty já nos minutos finais. Dessa forma, São Joseense e ACP voltam a se enfrentar por uma vaga na elite do futebol paranaense.

OS ESCRETES

São Joseense: 1. Carlinhos, 2. Lucas Marques (19. Ardley), 3. Hudson, 4. João e 6. Gabriel (14. Stefan); 5. Jader, 8. Sotto, 7. Evertinho e 10. Lucy (18. Willian); 9. Willian Feijão e 11. Evandro. T: Ageu.

Paranavaí: 1. Romero (12. Luis Augusto), 2. Magnum, 3. Cesar Augusto, 4. Pedro Victor e 6. Marcos Antônio; 5. Diego, 8. Matheus, 19. Maurim (17. Gustavo) e 10. Kaique; 9. Tiago e 11. Hércules. T: Fernando Alcântara.

FICHA TÉCNICA
SÃO JOSEENSE 1×0 PARANAVAÍ

Gol: João, aos 23’ do 2º tempo.
Cartões amarelos: 
Jader (SJO)Maurim (ACP).
Arbitragem: 
Julio Cesar Tessaro.
Assistentes: 
Sergio Henrique Monteiro Gomes e Mauricio Costanaro Gonçalves.

Related Posts

Facebook Comments