Campo Mourão vence a primeira em casa

Superior no segundo tempo, Campo Mourão tira desvantagem de 10 pontos, bate Macaé no Belin Carollo e conquista sua primeira vitória em casa no NBB CAIXA

Pela primeira vez o torcedor mourãoense viu de perto uma vitória de seu time no NBB CAIXA. Na tarde deste sábado, o Campo Mourão Basquete levou a melhor sobre o Macaé Basquete, pelo placar de 71 a 68, e proporcionou ao público paranaense o primeiro triunfo no Ginásio Bellin Carollo. Com isso, a equipe voltou a vencer após a derrota para o Flamengo na última rodada.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, o patrocínio da SKY e os apoios do Ministério do Esporte e da Avianca.

Trio de ferro: Douglas Nunes, Betinho e Cauê Verzola foram “os caras” do Campo Mourão. Juntos, os três atletas totalizaram 43 pontos e foram responsáveis por 60,5% dos pontos da equipe vencedora. Douglas fez 17 pontos, Betinho com 15 pontos e Cauê com 12 tentos e mais seis assistências.

Põe na conta: Com o resultado, o representante do Estado do Paraná acumulou seu terceiro triunfo em cinco partidas no NBB CAIXA (60% de aproveitamento). Por sua vez, o Macaé foi derrotado pela quarta vez e é um dos únicos que ainda não sabe o que é vencer na competição, assim como o Banrisul/Caxias do Sul Basquete.

E agora: Depois de se reencontrar com a vitória, o Campo Mourão terá como próximo compromisso o EC Vitória, na próxima quarta-feira (30/11), novamente no Ginásio Belin Carollo, às 20h15 (de Brasília). No dia seguinte (01/12), será a vez do Macaé entrar em quadra para enfrentar o Paulistano/Corpore, em casa, no Ginásio Juquinha, às 19h30.

Tentaram…. Em seu reencontro com o Campo Mourão, onde foi cestinha da Liga Ouro 2015, o ala Schneider, do Macaé, foi o cestinha do confronto, com 21 pontos. Junto dele, o armador norte-americano Kendall Anthony também se destacou do lado macaense, com 15 pontos.

… e muito: No entanto, a dupla não teve bom aproveitamento nas finalizações. Nas bolas de 2, somaram 19 tentativas e apenas cinco acertos (26,3%). Já nas de 3, sete convertidas em 25 arremessadas (28%).

Números inferiores: O Campo Mourão terminou a partida com mais bolas perdidas que o Macaé (17 contra 10), pegou menos rebotes (41 contra 44) e ainda permitiu 19 ofensivos ao adversário. Além disso, roubou menos bolas (2 contra 5) e menos volume (168 tentados contra 192). Mas…

Precisão superior: Mesmo assim, ganhou o jogo através da eficiência nas finalizações. Nas bolas de 2, foram 42,9% de aproveitamento (12/28) contra 34% dos macaenses (16/47). Já nas bolas de 3, foram 35,7% (10/28) contra 28% (7/25). E nos lances livres, os mourãoenses contabilizaram 77,3% (17/22) contra 65,2% (15/23) dos visitantes.

Campo na frente: A equipe da casa iniciou o confronto com tudo e abrindo logo 7 a 1. Depois de ver o Macaé encostar, os paranaenses tornaram a colocar boa diferença (17 a 9), mas os visitantes correram atrás novamente e fecharam o primeiro quarto com três pontos atrás: 17 a 14.

Virada macaense: O Macaé manteve o bom ritmo no final da parcial anterior e vem um belo segundo período. Com pontaria certeira de Schneider, a equipe do litoral norte fluminense venceu o quarto por 19 a 8 e não só passou à frente no placar como ainda abriu oito pontos ao final do primeiro tempo: 33 a 25.

Nova virada: Pelo jeito a bronca foi grande no vestiário do Campo Mourão, pois a equipe voltou com postura diferente para o terceiro quarto. Depois de ver o Macaé abrir dez pontos logo no início da parcial (35 a 25), o esquadrão do técnico Emerson de Souza foi tirando a diferença aos poucos, retomou a ponta do placar e caminhou para os dez minutos finais vencendo, por 51 a 47.

Confirmou: Desde o início do último quarto o time mourãoense conseguiu manter uma vantagem confortável no placar e controlar o Macaé. Com isso, a equipe da casa colocou a diferença na casa dos dez pontos e segurou até o final, mesmo com a investida do clube fluminense, que cortou a margem para apenas três pontos no final da partida.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top