Rússia, escala final

A seleção brasileira de futebol, confirmou sua liderança absoluta na América do Sul, ao vencer, na noite da terça-feira passada, a na Arena Corinthians, o Paraguai, por 3 a 0, garantindo, com antecipação de quatro rodadas a sua classificação para a Copa do Mundo Rússia 2018. Foi a oitava vitória consecutiva, de uma time alinhado, encaixado e com superioridade inconteste, diante um Paraguai viril, que não revelou disposição de jogar. Se o coletivo, potencializa o individual, como diz o técnico Tite, sem dúvida que, neste jogo, a capacidade individual de craques como Neymar Jr, Philippe Coutinho, Paulinho e Renato Augusto, foi decisiva , para abrir a forte defesa guarani. O placar de 3 a 0, ficou de bom tamanho para nossos adversários, que poderiam ter levado uma goleada, diante da superioridade inconteste do onze canarinho. O Brasil, chegou aos 33 pontos ganhos e, na era Tite, obteve 100% de aproveitamento, somando 24 pontos ganhos, superando as demais seleções ao longo das eliminatórias.

O Brasil, tem o melhor ataque, a melhor defesa e, o técnico Tite, quebra todos recordes, no comando do time, chegando a oito vitórias consecutivas. Entusiasmo, alegrias, otimismo, temos que ter cuidado. A Rússia, é apenas nosso destino final para chegarmos ao mundial. Só estamos classificados. O grupo, até aqui vitorioso, quem sabe não será o mesmo em 2018. Tite, vai dar oportunidades a outros jogadores, nas próximas convocações, começando nos dois amistosos, em junho, contra Argentina e Austrália, em Melbourne e, quem sabe nos quatro próximos jogos das eliminatórias. Portanto, nada de cantar vitorias antes do tempo. Ainda não passamos pelos times da Europa. Vivemos uma nova e ótima fase, mas não somos campeões do mundo de 2018. Chá de canela e cautela, sempre é bom, ainda mais no futebol.

A seleção brasileira, foi desfeita na manhã de quarta-feira e, nova convocação será feita  no mês de maio, para dois amistosos em junho, no dia 9 contra a Argentina e no dia 13 frente a Austrália, em Melbourne. É possível ainda, um terceiro amistoso na Malásia. Depois, no dia 31 de agosto, voltamos às Eliminatórias da Copa Rússia 2018, jogando contra o Equador, possivelmente, no Maracanã. Na primeira semana de setembro, dia 5 pegamos a Colômbia em Barranquilla, depois a Bolívia em La Paz e, completamos a vitoriosa campanha, jogando contra o Chile, possivelmente, na Arena do Grêmio.  Na entrevista coletiva, na madrugada de quarta-feira, Tite disse: “Minha maior alegria, é dividir alegrias com vocês”. Já que estamos na copa, vamos dividir esta alegria, com todos os brasileiros, neste surpreendente momento que vive o futebol nacional. O caminho para sermos campeões do mundo, é árduo e, nada se ganha antes da bola rolar.

RESULTADOS.

Na noite de terça feira, as Eliminatórias Sul Americanas, mostraram algumas zebras, que fizeram o Brasil disparar na classificação. Em La Paz, a Bolívia, venceu a Argentina por 2 a 0. Em Lima, o Peru tirou om Paraguai na segunda colocação, vencendo por 2 a 1. O Chile confirmou o favoritismo, ganhando da lanterna Venezuela por 3 a 0 e,  o Equador, tropeçou de novo, diante a Colômbia. O time cafeteiro, ganhou por 2 a 1, assumindo a segunda colocação com 23 pontos ganhos.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *