A derrota na estreia da Série B confirmou o momento ruim que vive o Londrina na temporada. Ao perder para o CRB, em pleno Estádio do Café, o alviceleste conheceu o seu terceiro revés seguido, algo inédito no ano, e não marcou nenhum gol.
A fase turbulenta vem desde a eliminação pelo Atlético nas quartas de final do Paranaense. De lá para cá, o Tubarão acumula apenas uma vitória em seis partidas. Foram ainda quatro derrotas e um empate. A volta ao Café também não fez bem ao time, já que perdeu as duas partidas que fez no estádio, que ganhou novo gramado.
O ataque continua sendo o principal problema da equipe. Nesta sequência, o time anotou apenas quatro gols. E até a defesa, que sempre foi o ponto forte do LEC, vive um momento de instabilidade. Nas seis partidas, o goleiro Marcelo foi vazado nove vezes, uma média de 1,5 gol por jogo, situação que nunca aconteceu na era SM Sports. “É uma equipe em construção. Houve mudanças em vários setores, já surgiu efeito em algumas e a gente precisa melhorar nas outras. É uma coisa normal e vamos buscar as modificações necessárias para dar um encaixe nesta equipe”, apontou o técnico Claudio Tencati. No sábado, o lateral-esquerdo Léo e o atacante Jô iniciarem uma partida pela primeira vez.
Os números deixam os torcedores preocupados e as cobranças da arquibancada têm sido constante nas últimas partidas. O time foi vaiado após as derrotas para Cruzeiro e CRB. Apesar disso, o treinador alviceleste acredita que o time está no caminho certo.
“No Paranaense, podíamos perder e vencemos nos pênaltis. Contra o Cruzeiro, sim, foi uma atuação pífia. Na estreia era um outro campeonato, mas o time conseguiu reagir e talvez a torcida não consiga observar isso. Teremos desafios pela frente, mas vamos reagir e dar sequência”, garantiu o comandante londrinense.
Tencati ressaltou ainda que a Série B é uma competição longa, onde algumas derrotas são inevitáveis, e por isso é preciso manter o equilíbrio. “É necessário absorver um resultado negativo e manter o foco no trabalho, caso contrário, você se perde”, frisou. “Enquanto me for atribuída está confiança, vou manter o equilíbrio”.
Para o jogo contra o Goiás, sexta-feira, às 20h30, no Estádio JK, em Itumbiara, o zagueiro Everton Sena deve fazer a sua estreia como titular. No ataque, o treinador pode também fazer modificações em busca de um melhor aproveitamento. A delegação alviceleste viaja na quinta-feira à tarde para o interior goiano.
Lucio Flávio Cruz

Related Posts

Facebook Comments