Athletico bate Ceará no sufoco

Osires Nadal Júnior

O Furacão correu, suou, buscou o gol durante os 90 minutos e conquistou o resultado positivo contra o Ceará, neste sábado (7), no Caldeirão. Foi o segundo triunfo rubro-negro no campeonato, chegando a seis pontos conquistados.

Sob os olhares de Felipão e comandado por Wesley Carvalho, o Athletico superou um adversário que deu muito trabalho e valorizou a vitória por 1 a 0.

O gol saiu no comecinho do segundo tempo, em uma jogada que teve a participação do incansável Canobbio, a assistência de Matheus Fernandes e a finalização de Abner.

O próximo compromisso athleticano no Brasileiro está marcado para o próximo sábado (14), contra o Fluminense, no Rio de Janeiro. Antes, tem o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, na próxima terça-feira (10), contra o Tocantinópolis, no Joaquim Américo.

O JOGO

Em um primeiro tempo de muita movimentação, mas de poucas oportunidades de gol, as melhores chances foram do Furacão. A primeira, logo no início, com David Terans avançando pelo meio e finalizando, com perigo, para boa defesa do goleiro adversário.

As melhores jogadas do Athletico passavam pelos pés de Terans e foi em um cruzamento do uruguaio que Vitinho dividiu com a marcação e a bola sobrou para Marcelo Cirino, que chutou à esquerda do gol.

Adiantando a marcação, o Ceará conseguiu frear o impulso athleticano e chegar com mais frequência ao ataque. Mas foi o Athletico quem teve mais uma boa chance de marcar, na jogada característica de Vitinho, que recebeu pela esquerda, puxou para o meio e chutou cruzado da entrada da área. Mais uma vez o goleiro João Ricardo defendeu.

O segundo tempo começou com o Furacão com intensidade redobrada e a pressão logo deu resultado. Aos 3′, Canobbio disparou pela direita e acertou um belo passe para Matheus Fernandes, que cruzou rasteiro. A bola passou por Vitor Roque, mas não por Abner, que mandou para a rede: 1 a 0!

E já no lance seguinte, por muito pouco não saiu o segundo gol. Canobbio roubou a bola no ataque e tocou para Vitor Roque, que foi derrubado na área. O lance seguiu e Terans chutou para mais uma defesa do goleiro. Mas o VAR apontou o pênalti, Terans bateu e João Ricardo fez a defesa.

O Athletico seguiu buscando o gol. Terans e Vitinho voltaram a dar trabalho para o goleiro do Ceará. E quando o adversário teve sua melhor oportunidade, Erick apareceu na hora certa para travar o chute de Lima.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×0 Ceará
Campeonato Brasileiro 2022: 5ª rodada
Data: 07/05/2022
Horário: 20h30
Local: Estádio Joaquim Américo

Público pagante: 12.325
Público total: 13.181
Renda: R$ 210.630,00

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Quarto árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)
Árbitro de vídeo: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)

Athletico Paranaense: Bento; Erick, Matheus Felipe, Pedro Henrique e Abner; Bryan García (Matheus Fernandes, no intervalo), Hugo Moura (Khellven, aos 35′ do 2º tempo) e David Terans (Léo Cittadini, aos 23′ do 2º tempo); Canobbio, Marcelo Cirino (Vitor Roque, aos 39′ do 1º tempo) e Vitinho (Tomás Cuello, aos 35′ do 2º tempo)
Técnico: Wesley Carvalho
Gol: Abner, aos 3′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Pedro Henrique, Vitor Roque, Hugo Moura, Vitinho e Bento

Ceará: João Ricardo; Michel Macedo (Nino Paraíba, aos 38′ do 2º tempo), Gabriel Lacerda, Lucas Ribeiro e Bruno Pacheco (Zé Roberto, aos 38′ do 2º tempo); Richard (Erick, aos 39′ do 1º tempo), Geovane (Victor Luiz, aos 20′ do 2º tempo) e Rodrigo Lindoso; Lima, Mendoza (Dentinho, aos 20′ do 2º tempo) e Vina
Técnico: Dorival Júnior
Cartões amarelos: Bruno Pacheco, Rodrigo Lindoso, João Ricardo e Zé Roberto

Fotos: Fabio Wosniak/athletico.com.br

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, repórter, produtor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

0 Comentários
voltar ao topo