Depois de tropeçar fora de casa na última rodada ao perder por 1 a 0 para o Flamengo, o Atlético Paranaense terá mais um duelo contra um rival direto na luta pelo G4 do Brasileirão. Neste domingo o Furacão mede forças contra o Palmeiras, campeão simbólico do 1º turno da competição.

Com 30 pontos conquistados em 19 rodadas, o time paranaense aparece na 7ª colocação, quatro pontos atrás do Flamengo, 4º colocado, e seis atrás do rival deste final de semana. O duelo acontece no domingo (12 de agosto), na Arena da Baixada, a pártir das 18h30.

Para o duelo contra o Palmeiras, que no 1º turno aplicou uma goleada no Furacão (4 a 0), o técnico Paulo Autuori terá de lidar com cinco desfalques: Weverton na seleção olímpica, Rafael Galhardo, Cleberson, Deivid, Nikão e Pablo machucados. Com isso, Lucas Fernandes e Luciano Cabral podem ganhar oportunidade no time titular, que deve entrar em campo formado por: Santos; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani e Luciano Cabral (Vinícius); Marcos Guilherme, Lucas Fernandes (Yago) e Walter.

Para conseguir somar os três pontos dentro de casa, Autuori cobra de seus comandados mais pontaria. Com 20 gols marcados, o Atlético tem um ataque melhor apenas do que Figueirense (16) e Santa Cruz (12).

“A meta é nós melhorarmos bastante aquilo que já temos de bom, que é o sistema defensivo, mas especialmente melhorar nossa qualidade e eficácia ofensiva. Se conseguirmos, certamente teremos resultados mais expressivos fora de casa, este é o grande desafio nosso e situação que nós colocamos, de a produção fora de casa se traduzir em resultado. Acho que tivemos alguns jogos em que teríamos condições, para não ser pretensiosos, de pelo menos não termos perdido. Deixamos fazer por erros próprios ou por erros de terceiros, mas o fato é que não conseguimos. Vamos buscar no segundo turno. Agora, cabe à nós, não através de palavras, mas de atitude, mostrar que é possível”, disse o técnico em entrevista coletiva nesta sexta-feira

Related Posts

Facebook Comments