Copagril vira pra cima da ACBF

Uma partida para ficar marcada por muito tempo na memória do torcedor rondonense. Em um duelo eletrizante do início ao fim no ginásio Ney Braga, a Copagril/ Sempre Vida/ Sicredi derrotou a toda-poderosa ACBF, de Carlos Barbosa (RS), por 3 a 2, de virada, e subiu para o 3º lugar na Liga Nacional, com oito pontos. O time do técnico Marquinhos Xavier, pentacampeã brasileira, estacionou nos seis pontos, ficando na 7ª posição.

O jogo

Quem foi ao Ney Braga não se arrependeu, e viu de perto uma das melhores atuações do time rondonense na temporada, jogando de igual, e na maior parte do tempo melhor, contra a fortíssima ACBF, que conta com vários jogadores com passagens pela seleção brasileira. A primeira oportunidade da Copagril veio aos 2’. Após receber ótimo passe de Marquinhos, Biel parou no goleiro Léo Oliveira. Na sobra, o mesmo Marquinhos bateu rasteiro, mas Kevin se atirou na bola e salvou em cima da linha. A resposta gaúcha foi fatal. Aos 4’, Kevin recebeu na direita e chutou forte para grande defesa de Baranha. Na cobrança do escanteio, Bruno Souza encontrou o próprio Kevin na área, que tocou de letra por baixo de Baranha para colocar a ACBF na frente. Aos 8’, a Copagril teve grande chance para empatar. Após lançamento com o pé de Baranha, Léo Oliveira se atrapalhou e a bola bateu no travessão. No rebote Marquinhos chutou fraco e o goleiro gaúcho, mesmo caído, conseguiu impedir o empate rondonense. No minuto seguinte, o Carlos Barbosa quase ampliou com Mithyue, que roubou a bola de Deivão no meio, avançou e mandou na trave direita de Baranha. Nos minutos finais da primeira etapa, a Copagril tentou pressionar para levar a partida igual para o intervalo, mas Léo Oliveira apareceu bem nas tentativas de Parrel e Ronaldo. Em outra grande chance, Eduardo Jabá não viu Deivão livre na área e perdeu a oportunidade clara de gol.

Mas logo no início da etapa uma falta cometida por Marlon em cima de Parrel, na entrada da área, que resultou no segundo cartão amarelo do capitão da ACBF, mudou o destino do jogo. Com um jogador a mais, a Copagril finalmente chegou ao empate. Aos 2’09’’, após corte de Baranha, Parrel ficou com a bola e atravessou a quadra sozinho até bater firme no canto direito de Léo Oliveira para incendiar a torcida rondonense. Apenas 48 segundos depois, a Copagril virou o placar com Eduardo Jabá, que completou da primeira na área o escanteio cobrado por Parrel: 2 a 1. Aproveitando o embalo, logo em seguida, aos 3’32’’, Parrel cobrou outro escanteio, desta vez por cima, e Biel emendou de primeira para fazer um GOLAÇO e explodir de vez o torcedor no Ney Braga. Após o terceiro gol a Copagril diminuiu um pouco o ritmo alucinante e viu aos poucos o time gaúcho igualar as ações. Aos 9’, Baranha salvou o time rondonense na finalização de Mithyue. Sem conseguir chegar com muito perigo à meta da Copagril, Marquinhos Xavier lançou Mithyue como goleiro-linha aos 14’. A tática funcionou e a pressão do time visitante aumentou. Aos 17’, Deives ficou com a sobra na área e acertou a trave. Em seguida, Bruno Souza bateu rasteiro e Baranha tirou com pé. De tanto insistir, a ACBF descontou aos 18’34’’. Após o chute de Bruno Souza explodir em Marquinhos, a bola sobrou limpa para Deives tocar entre as pernas de Baranha, mas já era tarde e a vitória ficou mesmo com a Copagril.

Após o jogo, Parrel, que fez um gol e deu duas assistências, sendo eleito o destaque da Copagril, analisou a vitória. “Nossa equipe vinha jogando bem, mas faltava a gente fazer os gols necessários. É claro que temos muito a melhorar, mas essa atuação, essa vitória nos dá confiança para seguir em busca da classificação em uma boa posição. Estou feliz por fazermos os três pontos. Na sexta-feira (derrota por 2 a 1 para o Foz) a gente fez um bom jogo. Apesar da dificuldade em fazer os gols, estávamos criando muito. Mas hoje conseguimos uma grande vitória que nos dá tranquilidade. Tem muita coisa para acontecer até o final do ano, temos que seguir essa com essa pegada, com essa raça e nos dedicando ao máximo como sempre fizemos”.

Agora a Copagril faz uma pausa na competição nacional e volta sua atenções para a Chave Ouro. Na sexta-feira (19), o time do técnico Paulinho Sananduva recebe o Toledo, às 20h15, no ginásio Ney Braga, precisando vencer para sair da lanterna

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *