Dupla campeã confirma participação na Cascavel de Ouro

Faltando menos de cinco meses para a edição que marca os 50 anos de história da Cascavel de Ouro, a corrida de longa duração mais tradicional do automobilismo do Paraná começa a conhecer os nomes que vão compor o grid no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel, no dia 5 de novembro. Uma das duplas confirmadas na disputa é formada por Daniel Kaefer e Carlos “SG” Souza, pilotos de destaque na Copa Petrobras de Marcas.

Os dois paranaenses foram os principais destaques da terceira etapa da Copa Petrobras de Marcas, no último fim de semana em Cascavel. Kaefer, em seu retorno à competição para uma participação pontual, foi o pole position da etapa e conquistou de ponta a ponta a vitória na primeira corrida. Souza largou em quarto para a segunda prova, assumiu a liderança ainda nas voltas iniciais e comemorou sua segunda vitória na competição nacional.

Kaefer, após três temporadas completas de atuação na Copa Petrobras, direcionou sua carreira ao novo Campeonato Brasileiro de Turismo 1600, que tem na pista carros da categoria Marcas & Pilotos 1.6 como os que vão compor o grid da Cascavel de Ouro – pilota o mesmo carro que vai utilizar na corrida de novembro. O piloto de Cascavel foi o segundo colocado nas duas corridas que abriram a temporada, em maio, e ocupa a vice-liderança da competição.

“Fico muito feliz por ter fechado com o Carlos para a Cascavel de Ouro, por ele ser um piloto rápido e arrojado e também pela amizade que nós temos desde que fomos companheiros de equipe na Copa Petrobras”, afirma o piloto, que venceu a Cascavel de Ouro em 2014, em dupla com Leandro Zandoná. “A chance do meu bicampeonato é boa. Ganhei em 2014, quando ainda não havia prêmio, e quero ganhar agora, que a corrida oferece um prêmio alto”.

Os vencedores da corrida de 5 de novembro receberão, além do troféu que destaca a serpente confeccionada em ouro maciço, um prêmio em dinheiro de R$ 100 mil. “A Cascavel de Ouro é uma corrida importante, todos conhecem sua história, é um evento que a cada ano cresce mais, é melhor organizada, e agora dá essa premiação tão cobiçada. O grid é sempre muito competitivo, é uma corrida em que andar na frente é muito difícil”, considera Souza.

Esta será a terceira participação de Souza, piloto de Londrina. “Corri em dupla com o Paulo Bento em 2015, lideramos boa parte da prova, um acidente nos tirou da disputa. Em 2016 eu tive novamente o Paulo como parceiro, e também o Gabriel Correa. Lideramos, mas aí um problema na embreagem nos tirou da corrida”, rememora. “Agora vamos fazer de tudo para ganhar e, acima de tudo, conseguir bastante diversão nessa grande festa”, estipula.

A PROVA
A Cascavel de Ouro mantém o formato praticado desde 2014, levando à pista carros da categoria Marcas & Pilotos 1.6 configurados pelo regulamento técnico do Campeonato Paranaense de Automobilismo. A corrida terá duração de três horas, admitindo atuação dos pilotos em duplas ou trios. Haverá três pit stops obrigatórios para troca de pilotos, com duração mínima de quatro minutos determinada pelos padrões de segurança das provas de longa duração.

A taxa de inscrição na Cascavel de Ouro é fixada por carro, tendo valor igual para duplas e trios de pilotos. As inscrições efetuadas até 31 de agosto terão custo de R$ 3.500,00. Para as confirmações feitas entre os dias 1º e 30 de setembro o valor será de R$ 4.000,00. A partir de 1º de outubro a taxa será de R$ 4.500,00 por carro. Mais informações a respeito de inscrições podem ser solicitadas por e-mail, para o endereço cascaveldeouro2017@gmail.com.

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *