Em busca do retorno a elite do futsal Paranaense, a equipe Pedreira Itaipu/ACMF/FECAM comandada pelo técnico Marcio Rinaldo tem feito um forte e diferenciado trabalho para a busca do título e o retorno para a chave ouro. Após o descenso para chave prata em 2015, a Associação Campo Mourão Futsal – ACMF passa por uma reestruturação que objetiva resgatar a modalidade. Um trabalho coordenado pelo advogado Luciano Antonio Viana Batista, presidente e o vice Anderson Hertz.

O técnico Marcio Rinaldo falou da importância do trabalho que vem sendo desenvolvido. “Temos o intuito de renovar o futsal de Campo Mourão, resgatar o torcedor novamente, para que nosso ginásio fique lotado novamente, impulsionando a equipe para os jogos em casa.”

O trabalho da equipe base da ACMF tem sido intensificado e sendo destaque nos campeonatos estaduais. “A ACMF é bicampeã paranaense no sub17 e temos analisado os atletas com muito carinho. Temos aproveitado alguns deles e que estão se destacando. Esses meninos vão dar muitas alegrias para a equipe profissional de Campo Mourão.” disse Marcio.

Marcio falou do Projeto da Lei Federal de Incentivo ao Esporte. “A partir do momento que a lei for aprovada junto ao Ministério do Esporte, vamos ter um projeto vencedor a médio e longo prazo que é o que Campo Mourão precisa”.

Desde os tempos de criança Marcio gostava de futsal e deu os primeiros chutes na bola em uma escolinha do município com o treinador Mario Paulista “Tive experiências com diversos treinadores que me ensinaram muito na minha vida profissional e pessoal”.

Mais de 20 anos como treinador, Marcio iniciou a carreira em 1995 na Associação dos Agrônomos como treinador, e posteriormente nas escolinhas Tagliari. “Sempre fui apaixonado por futebol, como atleta e tive um grande mestre para iniciar minha carreira como técnico que foi Itamar Tagliari. Desde os 16 anos, trabalho com categoria de base e a partir daí fui estudando, me aperfeiçoando, fazendo faculdade de Educação Física e agora concluindo um mestrado”.

Mourãoense, Marcio fala do desafio de treinar a equipe mourãoense. “Por ser de casa, sou cobrado ainda mais por resultados, mas confio nos meus atletas e sei que tenho condições junto com toda a equipe de dar muitas alegrias à torcida mourãoense”.

Em quarto lugar na competição a Pedreira Itaipu/ACMF/FECAM tem como adversários nesta temporada as equipes de São José dos Pinhais, Palmas, Paranaguá, Ivaiporã, Itaipulândia, Apucarana, Irati, Pato Branco e Mariópolis. Oito equipes se classificam para a fase seguinte, que será dividida em dois grupos de quatro, com jogos também em turno e returno dentro do grupo. Os dois melhores de cada grupo passam a fase se final e os melhores da primeira e segunda fase terão vantagem de decidir em casa a partir do mata-mata.

Related Posts

Facebook Comments