Torcedores do Atlético de Paranavaí protestaram contra a arbitragem de Lucas Paulo Torezin, que não marcou falta no goleiro César quando do gol do Cianorte, sábado à tarde. O jogo no Estádio Waldemiro Wagner, em Paranavaí, terminou empatado em 1×1.
Ao final do primeiro tempo, um grupo de torcedores ficou no acesso ao vestiário da arbitragem, protestando com o árbitro e seus auxiliares. Lucas Paulo Torezin afirmou na súmula que foram proferidas ofensas e ameaças ao trio de arbitragem.
“Ao final do primeiro tempo fomos impedidos de chegar aos nossos vestiários por torcedores do AC Paranavaí que se aglomeraram na porta dos vestiários, proferindo ofensas e ameaças diversas. Após cerca de 5 minutos, graças à intervenção policial, os torcedores foram dispersados”, disse Lucas Torezin.
Ainda no primeiro tempo, o árbitro expulsou o goleiro Marcão, que estava no banco de reservas. Na súmula, o árbitro disse que o jogador do Vermelhinho ofendeu o assistente com as seguintes palavras: “Seu pau no c… apita pra nós também, seu ladrão, pau no c…”
No próximo domingo tem o jogo de volta das quartas de final do Paranaense da 2ª Divisão. O jogo será em Cianorte. Quem vencer avança para as semifinais.

Related Posts

Facebook Comments