Londrina perde mas não cai na tabela

Londrina perde mas não cai na tabela

O Londrina permanece no G4, mas sofreu a sua primeira derrota em casa na noite de segunda-feira (10) na Série B do Campeonato Brasileiro deste ano: 3 a 1 para a Ponte Preta, em jogo válido pela oitava rodada, último compromisso antes da parada por um mês na competição por conta da Copa América no Brasil.

A Ponte esteve melhor em campo e foi responsável pelas melhores oportunidades. O início de jogo foi bastante truncado, o que só mudou aos 21 minutos, quando Matheus Bertotto abriu o placar. Depois de cobrança de escanteio de Arthur Caculé, o volante cabeceou sem chances para Ygor Vinhas. A Ponte Preta reclamou de falta de Bertotto sobre Roger no lance, mas o árbitro Diego Pombo Lopes ignorou a queixa e confirmou o gol.

O Londrina mal comemorou: dois minutos depois, a Macaca empatou a partida. Matheus Vargas chutou forte, de fora da área, e Matheus Albino, no meio do gol, não segurou o “petardo”.

No último lance do primeiro tempo, aos 48 minutos, veio a virada. Depois de cobrança de escanteio do Gerson Magrão, Airton desviou de cabeça e a bola bateu na trave. A zaga do Londrina não conseguiu tirar a bola e Renan Fonseca aproveitou a sobra para marcar: 2 a 1 para a Ponte Preta.

Na volta do intervalo, o técnico Alemão apostou na substituição de Romulo por Anderson Leite, que voltou a jogar depois de lesão muscular na coxa sofrida na segunda rodada, e de Anderson Oliveira no lugar de Diego Gonçalves.

Porém, com oito minutos, a Ponte marcou o terceiro. O Londrina se atrapalhou na saída de jogo, perto da linha central, e Roger foi avançando em meio à zaga alviceleste, sem resistência. O atacante não foi individualista e encontrou Marquinhos livre, que só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol.

Aos 17 minutos, Alemão promoveu sua última tentativa de reagir à desvantagem no placar e substituiu Arthur Caculé por Luidy. Com isso, o Londrina melhorou momentaneamente e foi para o ataque. A Macaca passou a responder com contra-ataques perigosos; logo, o Londrina sucumbiu ao desespero, e a defesa fechada dos visitantes conseguiu conter o ímpeto alviceleste.

Aos 42, Safira recebeu o segundo cartão amarelo por tocar a bola com o braço e foi expulso da partida. Ele cumprirá suspensão automática no primeiro jogo depois da parada do campeonato, contra o Operário. Um fim de partida melancólico, em que o Londrina foi irreconhecível.

EM LONDRINA

Londrina 1

Matheus Albino; Raí Ramos, Augusto, Marcondes e Felipe Vieira; Romulo (Anderson Leite), Matheus Bertotto e Arthur Caculé (Luidy); Paulinho Moccelin, Safira e Diego Gonçalves (Anderson Oliveira). Técnico: Alemão

Ponte Preta 3

Ygor Vinhas; Arnaldo (Diego Renan), Renan Fonseca, Airton (Trevisan) e Abner; Washington, Camilo, Gerson Magrão e Matheus Vargas;  Marquinhos (Dadá) e Roger. Técnico: Jorginho

Árbitro: Diego Pombo Lopes (BA)

Estádio: Café

Público: 7.883 pagantes (total: 9.063)

Renda: R$ 94.366

Gols: Matheus Bertotto, aos 21, Matheus Vargas, aos 23, e Renan Fonseca, aos 48 do 1º; Marquinhos, aos oito do 2º

Expulsão: Safira

Related Posts

Facebook Comments