Mais perto da América

Osires Nadal Júnior

O Atlético Paranaense venceu por 2 a 0 o Cruzeiro nesse sábado (dia 10) à noite, na Arena da Baixada, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Furacão ficou em 6º lugar, com 46 pontos. Ou seja, está dentro do G6, a zona de classificação para a Copa Libertadores de 2019. Para permanecer no G6 até o final da rodada, precisa torcer neste domingo por derrotas do Atlético-MG contra o Palmeiras e do Santos contra a Chapecoense. O Cruzeiro aparece na 9ª colocação, com 46 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Contando apenas o Brasileirão, o Atlético chegou a 11 vitórias consecutivas na Arena da Baixada. Com o resultado, o time paranaense passou a ser o segundo melhor mandante da competição, com 12 vitórias, um empate e três derrotas em casa. Só fica atrás do Palmeiras. O Furacão também tem a segunda melhor campanha do returno – só tem pontuação inferior ao Palmeiras.

O Atlético só volta a jogar pela semifinal da Copa Sul-Americana em 28 de novembro, no Maracanã. Com isso, nesse sábado, o técnico Tiago Nunes escalou todos os titulares disponíveis.

VIOLÊNCIA
A partida foi marcada por alguns lances violentos, principalmente no segundo tempo. Foram 11 cartões amarelos: sete para o Cruzeiro e quatro para o Atlético. O time paranaense cometeu 15 faltas e o mineiro, 14.

TÉCNICO
Tiago Nunes soma agora 17 vitórias, cinco empates e sete derrotas no comando do time principal do Atlético

ARTILHEIROS
O meia Raphael Veiga chegou a nove gols em 42 jogos em 2018. O ponta Marcelo Cirino chegou a seis gols em 19 partidas pelo clube na temporada. O artilheiro do Furacão em 2018 é o centroavante Pablo, com 16 gols em 44 partidas.

ESCALAÇÃO
Os desfalques no Atlético eram o zagueiro Paulo André, o volante Lucho González, o meia Bruno Nazário e o ponta Plata, todos em recuperação. O técnico Tiago Nunes foi expulso contra o Internacional e teve que cumprir suspensão na partida. No banco de reservas, durante o jogo, o time foi comandado pelo auxiliar Evandro Fornari. O esquema tático era o 4-2-3-1 de sempre. O Cruzeiro, que não tinha o zagueiro Dedé, também adotou o 4-2-3-1.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou com gol. Já aos 9 minutos, Bruno Guimarães acertou belo lançamento para Cirino, que fuzilou e fez 1 a 0. O Cruzeiro tentou reagir e esboçou boas jogadas, mas o Atlético era letal com a bola. Aos 21, Pablo tocou para Nikão, que cruzou rasteiro e encontrou Raphael Veiga livre na área. Ele chutou e fez 2 a 0.

SEGUNDO TEMPO
Jonathan foi substituído no intervalo, devido a dores musculares. Entrou Diego Ferreira. A partida foi menos intensa no segundo tempo e com os sistemas defensivos levando vantagem sobre os atacantes. Com isso, foram poucas jogadas perigosas. O Atlético seguiu melhor na partida e o Cruzeiro errando demais. Aos 32, saiu Bruno Guimarães e entrou o volante Camacho.

ESTATÍSTICAS
Em 90 minutos, o Atlético somou 10 finalizações (4 certas), 46% de posse de bola, 84% de eficiência nos passes e 3 escanteios. O Cruzeiro arrematou 9 vezes (3 certas) e teve 54% de posse de bola, 87% de eficiência nos passes e 3 escanteios. Os dados são do WhoScored.

ATLÉTICO 2 x 0 CRUZEIRO
Atlético: Santos; Jonathan (Diego Ferreira), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Bruno Guimarães (Camacho) e Wellington; Marcelo Cirino (Rony), Raphael Veiga e Nikão; Pablo. Técnico: Tiago Nunes
Cruzeiro: Fábio; Edilson (Lucas Romero), Manoel, Léo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Robinho (Barcos), Thiago Neves e Arrascaeta; Raniel (Rafel Sóbis). Técnico: Mano Menezes
Gols: Marcelo Cirino (9-1º) e Raphael Veiga (21-1º)
Cartões amarelos: Jonathan, Wellington, Léo Pereira, Bruno Guimarães (A). Henrique, Manoel, Edilson, Ariel Cabral, Lucas Romero, Rafael Sóbis, Arrascaeta (C).
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Público: 8.641
Local: Arena da Baixada, em Curitiba

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, repórter, produtor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

0 Comentários
voltar ao topo