Ouro bem próximo

Ouro bem próximo

A seleção olímpica de futebol do Brasil, decide neste sábado, às 17:30 horas, no Maracanã, a conquista da sonhada primeira  medalha de ouro, em Jogos Olímpicos. Na quarta-feira, com Neymar comandando o grupo, o Brasil, passeou diante a fraca Honduras, ganhando por 6 a 0, com gols de Neymar (2), Gabriel Jesus (2), Marquinhos e Luan. Foi bem mais fácil, do que se imaginava. Honduras um péssimo e frágil adversário, preferiu praticar o ante jogo, usando de muita violência. Vale destacar, que o primeiro gol de Neymar, foi marcado aos 14 segundos, passando para a história, como o gol mais rápido em olímpiadas.

Hoje, sábado, dia 20 de agosto de 2016, os jovens jogadores brasileiros, poderão passar para a história, com a conquista da primeira medalha de ouro na modalidade.

Nosso adversário será a Alemanha, que ganhou da Nigéria por 2 a 0, com excelente campanha no torneio. Quero deixar claro, que a final deste sábado, não tem relação alguma, com o que aconteceu na Copa do Mundo de 2014, quando no Mineirão, os germânicos impuseram a goleada de 7 a 1. A competição é outra, os jogadores que atuam hoje, não tiveram envolvimento nenhum com aquele jogo. Neymar, não jogou, embora tenha participado na copa. No lado alemão, apenas o zagueiro Matthias Ginter, de 22 anos, esteve no banco de reservas e não jogou. Portanto, não vejo motivo e não pretendo estabelecer clima de vingança dos 7 a 1. É melhor esquecer, não precisamos ser eternos altofagistas.

Vai ser um jogo muito difícil, com uma pequena margem de favoritismo para o Brasil, que depois de dois empates contra África do Sul e Iraque, ressurgiu e fez 4 a 0 na Dinamarca, 2 a 0 na Colômbia e 6 a 0, na péssima Honduras.  O adversário, é outro, de outra escola, com histórico brilhante, começando com a goleada sobre Portugal por 4 a 0.  Até aqui, mostrou um jogo rápido, passes de primeira e conclusões com sucesso. Armado pelo técnico Horst Hrubesch, no 4-1-4-1, o selecionado tedesco, tem em Ginter, na defesa, Meyer no meio campo e Gnabry e Selke, na frente, figuras de destaque e que merecem cuidado.

Depois de 26 edições do futebol, nos Jogos Olímpicos, está chegando a hora do Brasil ganhar uma vez, pelo menos. E é agora, o ouro está bem próximo, quase em nossas mãos. DEUS queira que seja neste sábado, premiando uma nova geração.

Aliás, quero saber daqueles que desmereceram Neymar em tudo, acrescentando que “Neymar não é nada, perto da Marta”, o que falarão, nas transmissões deste sábado. Neymar, é o grande craque do  Brasil. Muitas vezes erra, mas, na maioria delas, acerta e dá ao Brasil, grandes vitórias. Marta [e uma grande jogadora, e não tem nada a ver com comparações absurdas, com foram  feitas pelos homens da televisão.

Related Posts

Facebook Comments