Velocidade na Terra terá versão compacta

Em função dos altos custos para os promotores e para as equipes/pilotos, a Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) estuda a realização do Campeonato Paranaense de Velocidade na Terra de forma mais compacta. Se a opção for aceita por clubes e pilotos, a competição ficará para o segundo semestre, com a realização de três etapas em São José dos Pinhais e Ponta Grossa.

Segundo Rubens Gatti, presidente da FPrA, os altos custos estão inviabilizando a competição em oito etapas, como tradicionalmente era realizada. Na terra, a pista tem que ser preparada a cada etapa, com o uso de muitas máquinas. “Estamos conversando com todas as partes e se o consenso for pela diminuição de etapas, realizaremos o campeonato no segundo semestre”, informa Gatti.

Gatti também destaca que para que os pilotos não fiquem parados e os preparadores não fiquem sem trabalho, a FPrA também estuda a possibilidade de abrir a categoria VNT no Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto. Assim aqueles que desejarem se manter em atividade no primeiro semestre terão esta opção. A abertura do Metropolitano de Curitiba está marcada para o dia 12 de março.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *