VNT: brasileiro terá mais de 100 carros

VNT: brasileiro terá mais de 100 carros

Enquanto as equipes se preparam para um dos maiores campeonatos brasileiros da história do Velocidade na Terra, a organização trabalha forte nos bastidores para colocar em prática os planos para o novo VNT Brasil. No princípio eram 38 vagas previstas para o Kartcross, que esgotaram em menos de 10 minutos após a abertura das inscrições. A organização, após consulta ao CTDN (Conselho Técnico Desportivo Nacional) e Comissão de Circuitos da Confederação Brasileira de Automobilismo, pode ampliar o número de vagas para o limite de 50 carros contemplando muitos pilotos que estavam na fila de espera. Mesmo assim, ainda existem pilotos aguardando por uma vaga, apenas para casos de desistência. No Autocross já são 28 carros inscritos dentro das 30 vagas disponíveis e no Turismo VNT metade das vagas estão preenchidas. A edição 2021 do campeonato será disputada em etapa única entre os dias 25 e 27 de novembro, no autódromo Bom Futuro, em Cuiabá (MT). 

Se todas as vagas forem preenchidas, o campeonato nacional deste ano deve reunir 110 pilotos, se tornando um dos maiores Brasileiros da história. Esses números mostram a evolução da categoria no Brasil, que foi muito apoiada pela Confederação Brasileira de Automobilismo e que passa a ser gerida por uma empresa formada pelos pilotos Fernando Maggi Scheffer e Reck Junior. “Nessa nova fase do Velocidade na Terra, já temos uma amostra da força que a modalidade tem. As inscrições no Kartcross são a prova material de que a semente plantada no passado começa a dar seus frutos e que estamos no caminho certo. Queremos retribuir a confiança dos pilotos entregando um campeonato incrível”, avalia Gian Pasquali, CEO da SR Promoção de Eventos. “É um novo ciclo, mas que vem sendo desenhado desde 2017… estamos trabalhando duro e vamos fazer história”, completou.

A edição 2021 do VNT Brasil vai misturar nomes de pilotos já consagrados na terra e outros que estão começando uma nova jornada. No Kartcross, os campeões das últimas quatro edições confirmaram presença. São eles: o atual campeão Alan Synthes (2017 e 2020), Felipe De Nadai (2018) e Marcos Beck (2019). No Autocross, estarão presentes Ricardo Basso, Adroaldo Weisheimer, Vanderlei Reck, Gilliard Scheffer, Wellington Antunes, entre outros campeões nacionais. E no Turismo VNT, há uma grande renovação e um engajamento muito forte dos pilotos da casa e de estados como Rio Grande do Sul, Bahia e Espírito Santo.

O campeonato deste ano deve ser marcado por grandes disputas, que serão transmitidas ao vivo pelos canais digitais da categoria, e também pelo retorno do público ao evento.

Em 2020 foram cerca de 20 horas de transmissão pelos canais da categoria e para este ano o objetivo é ampliar ainda mais esse conteúdo com a transmissão dos treinos classificatórios e de todas as provas das três categorias.

Related Posts

Facebook Comments