O Atlético está classificado para a final do Campeonato Paranaense 2016. Na tarde deste domingo (24), o time derrotou o Paraná nos pênaltis por 4 a 2. A partida, a segunda das semifinais, foi disputada na Vila Capanema. No tempo normal, o Paraná havia vencido por 1 a 0, o que provocou a decisão nas penalidades – no primeiro jogo, houve vitória do Furacão por 2 a 1.

Nos pênaltis, o Atlético errou a primeira cobrança, com André Lima. O Paraná chegou a abrir vantagem, com Rafael Carioca. Mas o Furacão se recuperou e acertou as três seguintes, com Ewandro, Thiago Heleno e Walter. O Paraná errou duas, com Nei e Lucio Flávio. Valber ainda deu esperanças ao time, ao acertar o seu chute. Mas Hernani converteu a cobrança dele e fechou o placar em 4 a 2.

O adversário na final será o Coritiba, que neste sábado (23) eliminou o PSTC ao vencê-lo por 2 a 0, no Couto Pereira. As finais devem ser os dias 1º e 8 de maio. O Atlético faz o primeiro jogo em casa. A segunda partida será no Couto Pereira.

No primeiro jogo contra o Coritiba, o atacante André Lima cumprirá suspensão, por ter levado o terceiro cartão amarelo neste domingo.

Já o Atlético decidiu o título pela última vez em 2013 – atuando com um time sub-23, perdeu o título para o Coritiba, de Alex. O Furacão não conquista o Estadual desde 2009, quando teve a melhor campanha no octogonal final. O time não ganha uma final desde 2005, quando bateu o Coritiba (nos pênaltis) na decisão do título paranaense.

Jogo

Os dois times começaram no 4-2-3-1. No Paraná, Valber caía mais à direita e Nadson ficava mais pelo meio, com Robson pela esquerda. Como precisava da vitória, o time tentou ir para cima desde o começo. No Atlético, Nikão atuava pelo lado direito e Marcos Guilherme, pelo esquerdo, com Vinícius centralizado. Mas o esquema não durou muito. Vinícius torceu o joelho e, aos 8 minutos, deu lugar ao centroavante André Lima. O time ficou num 4-4-2. E, a partir daí, passou a ganhar terreno. Aos 16, o zagueiro Démerson, do Paraná, sentiu uma lesão muscular na coxa direita e deu lugar a Basso.

Depois de uma parada para reidratação dos jogadores, ante o calor na Vila Capanema, o Atlético teve uma grande chance de abrir o placar, mas não aproveitou. O Paraná teve uma grande chance de abrir o placar e aproveitou: Nadson ganhou duas divididas no pé-de-ferro, driblou Paulo André e marcou 1 a 0, aos 29 minutos.

O gol foi o diferencial de uma etapa relativamente equilibrada, que teve cinco finalizações (duas certas) do time da casa e três (duas certas) do visitante. “A gente sabe que o time deles é perigoso, tem que tomar cuidado”, falou o zagueiro Alisson, do Paraná. “O Paraná teve uma chance real de gol e fez”, lamentou o goleiro Weverton, do Atlético.

Na etapa final, o Atlético começou com mais iniciativa, em busca do empate. Aos poucos, o Paraná equilibrou. Aos 18 minutos, o técnico do Furacão, Paulo Autuori, trocou o volante Jadson por Hernani. Em seguida, o time teve uma grande chance para empatar, mas Marcos Guilherme perdeu, na pequena área.

Aos 29 minutos, Autuori trocou Nikão pelo atacante Ewandro. Três minutos depois, Otávio fez falta dura no campo de ataque, levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Mesmo assim, o time quase marcou, com André Lima – Marcos fez grande defesa. Em seguida, aos 38 minutos, o técnico do Paraná, Claudinei Oliveira, trocou Nadson (cansado) pelo lateral Fernandes. Com isso, Rafael Carioca passou a ocupar o meio-de-campo. Apesar do esforço dos times, o placar não se mexeu mais até o fim. O tempo normal se encerrou com nove finalizações do Paraná (três certas) e nove do Atlético (quatro certas).

 

 

Paraná 1 x 0 Atlético

Paraná

Marcos; Nei, Alisson, Demerson (Basso) e Rafael Carioca; Jean, Anderson Uchoa, Nadson (Fernandes), Válber e Robson; Lúcio Flavio. Técnico: Claudinei Oliveira

Atlético

Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Jadson (Hernani), Nikão (Ewandro), Vinícius (André Lima) e Marcos Guilherme; Walter. Técnico: Paulo Autuori

Gol: Nadson (29-1º)

Pênaltis: Paraná 2 (Rafael Carioca e Valber; Nei e Lucio Flávio erraram) x Atlético 4 (Ewandro, Thiago Heleno, Walter e Hernani; André Lima errou)

Cartões amarelos: Jean, Otávio, André Lima, Robson

Expulsão: Otávio (33-2º)

Árbitro: Leonardo Sigari Zanon

Renda: R$ 330.170

Público: 10.250 (pagante), 11.237 (total)

Local: Vila Capanema, domingo

Fonte: BemParaná

Related Posts

Facebook Comments