Estrangeiros poderão ter contratos de 5 anos

Estrangeiros poderão ter contratos de 5 anos

No último dia 08 de março, durante a II Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Imigração, os vice-presidentes da Federação Paranaense de Futebol, Hélio Camargo e o deputado federal Evandro Rogério Roman, ao lado do também deputado federal Marcelo Belinati, conquistaram uma grande vitória para o futebol nacional.
Observando que o visto de trabalho brasileiro era de no máximo dois anos, o vice-presidente da FPF, Hélio Camargo, foi atrás de ampliar este prazo. Para isso, apresentou sua proposta aos deputados federais Evandro Rogério Roman, também vice-presidente da FPF, e Marcelo Belinati, que apoiaram a ideia.
“A Lei Pelé dava o prazo de contrato de trabalho por cinco anos, porém o Ministério do Trabalho e o Consulado liberavam vistos de apenas dois anos. Assim, não era possível registrar na CBF contratos com mais de dois anos, o que prejudicava clubes e também diminuía o interesse de atletas estrangeiros em atuar no nosso país”, destacou Camargo.
O pedido de ampliação do visto foi levado ao Plenário e deve ser publicado em Diário Oficial nos próximos dias. “Isso vai permitir que o Brasil entre no mundo globalizado do futebol. Os atletas estrangeiros passam por um período de adaptação e muitas vezes dois anos acaba sendo um curto prazo”, completou.
A partir da publicação da alteração da Resolução Normativa 76, do Conselho Nacional de Imigração, em Diário Oficial, os clubes poderão registrar atletas estrangeiros com período de contrato de até cinco anos. A decisão foi vista com bons olhos por clubes e federações. “Tivemos o apoio do Hélio (Hélio Pereira Cury, presidente da Federação Paranaense de Futebol), que nos ajudou de maneira institucional e legal, pois a ideia visava uma mudança no futebol”, concluiu Hélio Camargo.
Fonte: Assessoria de Imprensa

Related Posts

Facebook Comments