O apaixonado torcedor mourãoense pode esperar para este ano um time bastante experiente e bem diferente do da temporada passada, que tinha baixa média de idade e pouca quilometragem dentro de quadra.

Isso porque além da contratação do ala Ricardinho, de 36 anos, nesta semana a diretoria do clube definiu outros importantes nomes que trarão segurança e competitividade ao elenco. Um deles é o ala Gelsinho, de 37 anos, que depois de voltar às quadras em 2015 e fazer uma boa competição, apesar do descenso da equipe para Chave Prata, renovou seu vínculo por mais uma temporada.

E experiência é o que não falta também ao o ala Carrapicho, de 38 anos. Outro velho conhecido jogador do Paraná e da torcida mourãoense, que cansou de vê-lo em ação por times adversários, e que neste ano vai defender a ACMF. Tri-campeão da Chave Ouro, o ala de característica leve também tem currículo valorizado e já defendeu a maioria dos principais clubes do Estado. Atuou por Maringá em 2000/01; Cianorte 2002/03 e 04; São Miguel do Iguaçu em 2005; Marechal C. Rondon em 2006/07/08 e 09; Guarapuava em 2010/11; Cascavel 2012/13 e 14 e Unifil/Londrina em 2015. Foi campeão paranaense em 2009 por Marechal Rondon, 2010 por Guarapuava e 2012 por Cascavel.

Certamente, mais um reforço que deve somar muito ao novo time da ACMF, que promete novos áreas na Chave Prata. “Campo Mourão tem uma torcida apaixonada e apesar de nunca ter defendido a cidade sabemos da honestidade de todos ai. O nível da Chave Prata está cada vez mais alto, mas pela equipe que está sendo formada sabemos que podemos fazer um grande trabalho. É um time muito competitivo e com o apoio do torcedor tenho certeza que vamos dar muitas alegrias”, comenta Carrapicho.
Ricardinho
Por um ano recheado de vitórias e a volta do público as arquibancadas, a ACMF – Associação Campo Mourão Futsal – vem trabalhando há meses para montar um elenco competitivo, que bem represente Campo Mourão e região na Chave Prata do Campeonato Paranaense de Futsal 2016.

Planejada e com os pés no chão, a diretoria do clube negocia com importantes nomes da modalidade e começa a anunciar as primeiras peças que vão vestir a tradicional camisa do time nesta temporada. Com objetivo de não ser apenas coadjuvante na competição, a estratégia é mesclar pratas da casa, que já passaram do estágio de promessa para realidade, e jogadores já consagrados, com passagens por grandes clubes do Paraná e do Brasil.

É o caso do pentacampeão paranaense da Chave Ouro Ricardo Fabrício de Souza, ou simplesmente Ricardinho. Jogador de 36 anos, formado nas categorias de base da Amafusa, de Maringá-PR, com passagens por Tuiuti Cascavel; Curitibanos-SC; Cascavel Futsal; AFSU Umuarama; CAD Guarapuava, e por último Keima Futsal Ponta Grossa.

Com experiência de sobra, Ricardinho que é ala canhoto, chega para ser uma das principais peças da ACMF na Chave Prata e dar muita qualidade ao elenco mourãoense. Muito respeitado no futsal brasileiro, foi tri-campeão  paranaense pelo Cascavel Futsal em 2003, 2004 e 2005; Umuarama em 2007 e em 2010 pelo Guarapuava. Vice em 2001 por Maringá e 2014 por Cascavel, além de ser bi-campeão dos Jogos Abertos do Paraná e vice-campeão brasileiro de seleções em 2009, defendendo a seleção paranaense de futsal e vice-campeão da Liga Sul em 2008 e 2010.

Com currículo invejável, Ricardinho justifica a decisão de defender a ACMF nesta temporada. “São quase vinte anos jogando futsal profissionalmente em alto nível, sempre me dedicando muito as equipes por onde passei. Chega uma hora que queremos reavaliar algumas coisas, ficar mais próximo da família, e Campo Mourão foi a melhor opção neste momento. A diretoria me abriu as portas e espero contribuir para que a equipe volte a elite do Paraná. A cidade sempre teve times fortes e merece estar entre os melhores. Nesta crise que vivem as equipes de futsal senti que era hora de servir Campo Mourão pela seriedade que existe aqui”, declara.

RENOVAÇÕES – Ricardinho terá entre outros como colega de grupo o ala/pivô Luciano, o ala/fixo Renan e o goleiro Bruno. Os três fizeram parte do grupo no ano passado e renovaram seus vínculos com o clube para esta temporada. São velhos conhecidos da torcida, formados na base do clube, com grande potencial dentro da modalidade.

 

Related Posts

Facebook Comments