Atlético e Toledo ficam no empate

O Atlético empatou em 0 x 0 com o Toledo neste sábado (25), na Arena da Baixada, em jogo atrasado da 2.ª rodada do Campeonato Paranaense. O Furacão foi a campo com o seu time reserva e segue sem vencer no Campeonato Paranaense.

Em noite de poucas chances de gol, o Atlético teve um pênalti a favor, que foi perdido por Luís Henrique, aos 22 minutos do segundo tempo. O atacante deu uma cavadinha, espalmada pelo goleiro do Toledo, e ainda perdeu o gol no rebote. Com o resultado, o Atlético agora soma três pontos em quatro jogos, mantendo-se na 9.ª posição, apenas dois pontos à frente da zona de rebaixamento, aberta pelo Foz, com um ponto em cinco jogos, e fora da zona de classificação para o mata-mata. O Toledo, por sua vez, chega aos oito pontos e sobe para a 4.ª colocação.

O jogo

O primeiro tempo começou com o Atlético encurralando o Toledo em seu campo, criando as principais chances com o meia João Pedro. Contudo, sem tomar o gol, o Toledo começou a adiantar a marcação e equilibrou a partida. Em cobranças de falta e de escanteio, o Furacão até ameaçou o gol de Leandro Alcacis, mas não conseguiu entrar na área da equipe do oeste do Paraná com qualidade.

Na segunda etapa, o técnico Paulo Autuori colocou Yago no lugar de Douglas Coutinho, apagado, além de Matheus Anjos no lugar de João Pedro, cansado. O Atlético voltou mais concentrado e quase abriu o marcador com Luís Henrique após cruzamento perigoso de Nicolas. Mais adiantado, o Toledo também criou boa chance de gol com Rafael Bastos, que completou cruzamento de Felipe Recife, sozinho na área, mas cabeceou mal.

Com o time titular resguardado para a estreia na fase de grupos da Libertadores, diante do Universidad Católico, dia 7 de marçp, o Atlético mantém o planejamento para o Paranaense. Agora, o time B se concentra para receber o Coritiba na próxima Quarta-Feira de Cinzas (1.º), também na Arena, em jogo adiado pela confusão das credenciais do último domingo (19). O Atlético deve repetir no Atletiba a equipe que começou a partida diante do Toledo.

Craque

Eurico

O experiente meia do Toledo foi responsável pelo combate à criação do Atlético e dominou o setor. De seus pés, ainda saíram as melhores chances de gol da equipe do oeste paranaense.

Bonde

Luís Henrique

O jovem atacante, contratado como promessa, ainda não apresentou o futebol que se espera dele. Esteve desatento na maior parte da partida, trombando muito e sempre um tempo atrás nas jogadas ofensivas. E ainda perdeu a principal chance do jogo, de pênalti.

Guerreiro

João Pedro

O jovem meia do Furacão mostrou personalidade no primeiro tempo, se movimentando muito. Cobrou faltas com categoria e tentou carregar o truncado meio de campo atleticano. No segundo tempo, cansou, foi inoperante e acabou substituído.

Chave do jogo

Vacilos de Luís Henrique

Em um jogo morno, Luís Henrique sofreu um pênalti em rara desatenção do sistema defensivo do Toledo. Contudo, o atacante optou por uma cavadinha bisonha, espalmada pelo goleiro. Ainda conseguiu perder o rebote, chutando a bola na torcida. Logo em seguida, tentou uma jogada de efeito, de calcanhar, e errou. Foi substituído dois minutos depois, sob apupos da torcida.

Cartões amarelos

Luiz Otávio (Atlético); Andrezinho, Leandro Alcacis, Jhonathan e Fandinho (Toledo)

Próximos jogos:

Atlético: Coritiba (casa), Foz (fora) e Universidad Católica (casa/Libertadores)

Toledo: J.Malucelli (fora); Prudentópolis (fora); Coritiba (casa)

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *