Cascavel de Ouro: jornada dupla para Wanderson Freitas

Cascavel de Ouro: jornada dupla para Wanderson Freitas

Um dos mais tradicionais eventos do automobilismo nacional será realizado no próximo final de semana no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel. A Cascavel de Ouro vai reunir pilotos de diversas partes do país na disputa de mais de R$100 mil em premiações. O piloto mineiro Wanderson Freitas está se preparando para uma jornada dupla que vai exigir preparo físico e concentração.

O novo formato do evento apresenta a disputa de duas provas – a Cascavel de Ouro, com três horas de duração e carros fabricados a partir de 2017; e a Cascavel de Prata, com duas horas de duração e carros fabricados entre 1997 e 2017. Wanderson Freitas já definiu que irá disputar as duas provas, com o apoio da Takao Brasil, Contagem Motorpeças, Bastos Juntas, KS Kolbenschmidt, Ric Válvulas, Sintech do Brasil, Roltens, Netcarpeças.com, AFP Performance e Cyclo.

“Vai ser um desafio e tanto, especialmente por encarar a Cascavel de Prata sozinho e com um carro que há muito tempo não guio. Mas tenho a certeza que será muito prazeroso e competitivo”, destacou o piloto que vai disputar a corrida do sábado com um Gol ‘Bolinha’ ajustado pela Stumpf Preparações.

Para a Cascavel de Ouro, a novidade está no novo parceiro para as três horas de prova. Esta semana, Wanderson Freitas anunciou o paulista Lamartine Pinotti como dupla. Ambos competem na Classe Super do Turismo Nacional.

“O Lamartine é um excelente piloto, que tem uma tocada constante, tendo um bom ritmo de prova e preservando o equipamento, o que é fundamental para uma prova como a Cascavel de Ouro”, destacou Freitas, que teria o irmão Leandro como parceiro, mas por questões familiares optou em não participar da edição deste ano.

Related Posts

Facebook Comments