Cascavel de Ouro terá grid da Gold Turismo

Osires Nadal Júnior

Em seu primeiro ano de existência, a Gold Turismo assume uma missão de destaque no automobilismo brasileiro: colocar em disputa a Cascavel de Ouro. O troféu de maior tradição do esporte motor nacional será atribuído ao piloto ou à dupla vencedora da terceira etapa do campeonato, que tem suas quatro corridas confirmadas para 29 de outubro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel. O grid será formado por 55 carros.

“A Gold Turismo atende perfeitamente o que pensamos como formato ideal para a 36ª edição do evento”, considera o empresário Edson Massaro, que celebrou acordo com o Automóvel Clube de Cascavel e segue como promotor da Cascavel de Ouro. “Nós já estamos trabalhando há alguns meses para o evento deste ano ser um dos melhores da história. Tudo com muito planejamento e com ambientação num grid robusto e competitivo”, aponta.

A Cascavel de Ouro terá em 2022 um formato diferente do praticado entre 2014 e 2020. “Os pilotos e as equipes estavam habituados às corridas longas, com duração de três horas. Por ser uma etapa do campeonato da Gold Turismo, tivemos de adaptar o formato. Serão quatro corridas de 30 minutos e mais uma volta, com soma de pontos. Mas aquela ‘pegada’ de prova longa será mantida por conta do regulamento próprio da etapa”, antecipa Massaro.

O intervalo entre cada corrida será de poucos minutos. “O tempo entre uma corrida e outra vai ser suficiente apenas para as equipes abastecerem os carros nos boxes, e no caso dos que participarem em dupla poderem fazer as trocas de pilotos. Por conta da transmissão ao vivo na televisão e na internet, as quatro corridas vão acontecer em menos de três horas. Pilotos e equipes vão ter bastante trabalho”, diz o promotor da Cascavel de Ouro.

A Gold Turismo teve seu lançamento em janeiro, em um festival extracampeonato que foi atração preliminar das Mil Milhas Chevrolet Absoluta. A partir do Festival de Verão, em Interlagos, configurou-se um regulamento para o primeiro campeonato, composto por quatro etapas. As duas primeiras foram marcadas para o próprio circuito paulista, nos meses de abril e julho. A terceira será a de Cascavel. A quarta e última acontecerá em Londrina em dezembro.

O formato de quatro corridas intercaladas por intervalos mínimos foi incluído no regulamento desportivo da Gold Turismo justamente para contemplar a parceria. “A Cascavel de Ouro tem bastante relevância no Brasil todo, para a nossa categoria fazer parte dessa história logo no primeiro ano é um troféu de mérito coletivo”, considera o jornalista e narrador Luc Monteiro, organizador dos campeonatos da Gold Turismo e da Gold Classic.

O evento de 29 de outubro no Autódromo Internacional Zilmar Beux será composto, ainda, pelas corridas da terceira etapa da Gold Classic – categoria que em 2021 pôs a Cascavel de Ouro em disputa. Também em sua terceira etapa, o campeonato dividirá seu grid em Cascavel, proporcionando quatro corridas. Duas delas terão na pista os carros da Divisão 1 e da Divisão 2. Nas outras duas estarão os carros da Divisão 3, da Divisão 4 e da Premium.

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, repórter, produtor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

0 Comentários
voltar ao topo