Cianorte segura empate e volta para a primeira divisão

Cianorte segura empate e volta para a primeira divisão

Pela partida decisiva da semi⁖nal da Divisão de Acesso do Paranaense, Cianorte e Portuguesa Londrinense duelaram neste domingo (22), no Estádio Albino Turbay, em busca da vaga à elite do Estadual. O confronto foi pegado, nervoso e terminou empatado em 1 a 1, o que deu ao Leão do Vale a conquista da vaga à Primeira Divisão do Paranaense. Os gols  foram marcados na primeira etapa: Marcatto aos 14 minutos pelo lado da Lusinha e Valdo, dois minutos depois para o Cianorte. Agora, o Leão do Vale irá disputar a finalíssima da Segundona diante do Prudentópolis que ganhou nos pênaltis do Grêmio Maringá, sendo a primeira partida no próximo domingo (29), no Nilton Agibert.

Jogo pegado e com gols
Valendo muito para ambas as equipes, o confronto no Estádio Albino Turbay iniciou pegado e com muitas faltas. Aos três minutos Thiago Ferreira invadiu a grande área e bateu para boa defesa do goleiro Brás, da Portuguesa Londrinense.
O Cianorte teve a chance de abrir o placar com Rodriguinho, que avançou, buscou espaço e bateu, a bola explodiu na trave e saiu. Parecia que o Leão do Vale sairia na frente, porém a Lusinha que até então não havia assustado, marcou aos 14 minutos. Após cobrança de falta de Totó, Marcatto de peixinho testou firme e abriu o marcador. Porém, não deu nem tempo de comemorar, pois no lance seguinte, depois de confusão na área, Valdo pegou a sobra e empatou a partida em 1 a 1.

O tento de igualdade foi fundamental para o Cianorte que ditou o ritmo e poderia ter marcado o segundo, mas pecou no passe final. A Portuguesa Londrinense, que precisava remar tudo outra vez, não conseguia infiltrar na defesa do Leão do Vale, e buscava as opções de gol apenas com bolas paradas, através de Totó. Assim, o confronto seguiu neste ritmo até o apito final e o intervalo de jogo.

Lusinha tenta, mas o Cianorte leva a vaga
Na segunda etapa a Lusinha, precisando de dois gols, foi para a pressão inicial para tentar marcar um gol e agitar a partida, já que teria que fazer dois gols de diferença e levar o confronto para a disputa de pênaltis. Apesar das boas jogadas, a Lusinha só teve uma chance real apenas aos 18 minutos com Bebê que, de cabeça, obrigou o goleiro João Gabriel a praticar boa defesa.

O Cianorte deu a resposta dois minutos depois com Xavier, que tabelou com Rodriguinho e chutou rasteiro, no cantinho, Bras espalmou pela linha de fundo. Passados 30 minutos, a partida chegava naquela etapa do tudo ou nada para a Lusinha e por isso o time foi pra cima, tendo uma chance aos 32 com o zagueiro David que arriscou de longe para defesa do goleiro do Leão do Vale. Nos minutos finais a Lusinha tentou impôr pressão na esperança de marcar dois gols, mas parou no nervosismo e nas defesas do arqueiro João Gabriel.
Para piorar, o zagueiro David fez falta, chutou a bola em cima do jogador adversário, deu um tapa na mão do juiz e foi expulso de campo. Sem forças, o confronto ficou em 1 a 1, resultado que deu a classificação ao Cianorte para a elite do futebol paranaense.

FICHA TÉCNICA
CIANORTE 1 X 1 PORTUGUESA LONDRINENSE
Cianorte: João Gabriel; Celsinho, Breno, Marcelo Felber e Maurício; Jovany, Xavier (Bruno Andrade), Sidnei e Thiago Ferreira (Lucas Dantas); Valdo e Rodriguinho (Cris Goiano). Técnico: Paulo Turra.
Portuguesa: Bras; Paulo, Davi (Yago), David e Marcato; Salgadinho, Danilo (Deivid), Rondonópolis e Totó; Bebê e Juba. Técnico: Walter Kanário.
Local: Estádio Municipal Albino Turbay, em Cianorte (PR). Data/Horário: 22/05/2016, às 15h30.
Árbitro: Nilo Neves de Souza Junior.
Assistentes: Petegan Picotti Moraes e Marcos Aurélio do Amaral.
Público/Renda: 1.645 pagantes/ 1.702 total/ R$ 14.619,00.
Cartões Amarelos: Lucas Dantas (Cianorte). Juba, Totó e David (Portuguesa).
Cartões Vermelhos: David (Portuguesa).
Gols: Valdo aos 16’ do 1º tempo pelo Cianorte. Marcatto aos 14’ do 1º tempo pela Portuguesa Londrinense.

Fonte: Redação em Campo

Related Posts

Facebook Comments