Retirado praticamente de última hora do UFC 198, deste sábado, por uma colecistite aguda (inflamação da vesícula biliar), Anderson Silva passou por uma cirurgia no hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira. De acordo com informações da TV Globo, com o médico Márcio Tannure, o procedimento foi um sucesso e o lutador passa bem.

Segundo o médico, em contato com o Combate.com, a previsão que o ex-campeão do UFC receba alta nesta sexta-feira. O período de recuperação da cirurgia varia entre quatro a seis semanas, após a liberação dos médios que estão acompanhando o atleta.

– O começou a sentir quadro de dor abdominal na segunda-feira, foi atendido terça de manhã num hospital onde fizeram exames de sangue, que não tinham detectado nada demais. Voltou para casa, continuou com dor, com quadro febril e entrou em contato comigo. Pedi para ir ao Hospital Samaritano, onde conheço o quadro de médicos, fez os exames e foi diagnosticado colecistite aguda, que é uma inflamação da vesícula biliar. Não tem causa, pode acontecer a qualquer momento, foi uma fatalidade. Foi solicitado o parecer do médico Armando Porto, o cirurgião e foi decidido que era caso cirúrgico. Então foi operado, eu estava presente, acompanhei tudo e foi tudo bem. Foi dentro do esperado e agora, conforme sua evolução, tem a alta prevista para sexta e os médios liberarem para atividades físicas normais. Esse tipo de cirurgia dura o tempo de quatro a seis semanas para retorno as atividades e a gente espera que dê tudo certo e que ele esteja de volta o mais breve possível – afirmou o médico.

Anderson Silva estaria em ação no próximo sábado, diante do americano Uriah Hall, no UFC 198, que será realizado em Curitiba, no estádio da Arena da Baixada.

Related Posts

Facebook Comments